Notice: Undefined variable: parent_id in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-content/themes/portal_jornalismo_iesb/single.php on line 2
Entrevistas

Cerrado serve de inspiração para artista plástico

André Cerino usa suas obras para fazer alerta sobre a preservação da natureza

Tags:
Andre Cerino artes plásticas cerrado cores do cerrado exposição

O pernambucano André Cerino chegou em Brasília em 1983. Com múltiplas  habilidades – artista plástico, artista gráfico, escultor, chargista, cariculturista e web design, Cerino reverencia a natureza e na exposição “Cores do Cerrado” mostra todo seu amor pelo segundo maior bioma brasileiro, o Cerrado. O pernambucano descarta o uso de pincéis e fez mais de 100 obras usando apenas as mãos e o estilete. As telas estão expostas em uma galeria em Águas Claras.

Quando você começou a pintar?

Comecei a pintar profissionalmente aqui em Brasília, em 1983, em uma exposição chamada “90 horas de pintura ao ar livre”. Tinhamos apenas 4 horas para dormir, o restante do dia passávamos pintando para que as pessoas acompanhassem todo o processo de criação.

Por que escolheu Brasília?

Eu nunca pensei em sair de Recife. O que me atraiu foi a arquitetura e eu tinha curiosidade em conhecer coisas novas. O que me interessou foi o horizonte, Brasília não tem mar, mas a natureza me agrada, me inspira e me dá liberdade, coisa que não sinto em São Paulo, por exemplo.

De onde surgiu a ideia de retratar o cerrado?

Eu não conhecia o cerrado. Por viver aqui em Brasília, comecei a “viajar” pelo cerrado, conhecer cachoeiras e acampar por aí. Mas nunca cheguei a pintar, guardei o cerrado dentro de mim durante uns 30 anos. Meu trabalho era abstrato. Durante uma exposição que estava fazendo chamada “Universo imaginário – o olhar de dentro pra fora”, surgiu a oportunidade de por pra fora a visão que eu tinha do cerrado. Eu percebi que podia fazer, com a lâmina do estilete, o capim do cerrado.

O que você pretende mostrar com a exposição “Cores do Cerrado”?

Além de ressaltar a beleza natural que muitas vezes as pessoas valorizam, quero conscientizar as pessoas sobre a preservação do segundo maior bioma brasileiro. Pensando nisso, não utilizei pincéis, fiz o trabalho utilizando apenas as mãos e o estilete, fiz algo mais natural e o resultado foi bem satisfatório. As minhas obras foram tiradas da minha memória desde a primeira vez que vim para Brasília.

Tem alguma obra sua exposta aqui em Brasília?

Infelizmente, não. Aqui em Brasília temos muitos grupos e muitas obras expostas por ai são escolhidas por donos de galeria que decidem quem deve expor. Eu não pinto para uma determinada pessoa, eu pinto para o mundo, minha linguagem é universal. Eu gostaria que minha exposição tivesse espaço, nunca vi alguém preocupado com o cerrado, seria importante ter um lugar para as pessoas verem.

De onde surgiu sua preocupação com a natureza?

Não é uma preocupação, é uma gratidão. A natureza me formou, me dá esperança de coisas boas e me dá muita inspiração. Às vezes ficamos muito presos em ambientes urbanos, estressados e a natureza proporciona paz. Temos que conscientizar o homem para a preservação.

 

Onde encontrar as obras de André Cerino:

Brasília-DF - SIG Q1. Ed. Barão do Rio Branco, lote 495, sala 309/310 – (61) 3344-0330 e (61) 8437-8315

Águas Claras-DF - Av. Araucárias, Rua 36 sul, loja 04, Ed. Aquamarine – (61) 3567-6733

Site: http://www.cerino.com.br/

 

 

 

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Saúde
Ensaio fotográfico gestacional da enfermeira Helenita Vilarinho. Mudança climática: calor excessivo no DF agrava problemas gestacionais
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social
Cidadania
WhatsApp Image 2020-10-14 at 20.47.49 Mulheres unidas na linha de frente contra a violência de gênero
Economia
foto matéria-6 destaque Aumento do desemprego causa incerteza sobre o futuro
Turismo e Lazer
ponstos turisticos Brasil Saiba quais são cuidados que turistas devem ter antes de sair de casa

Mais lidas