Educação

Estudantes se preparam para o Enem com aulas gratuitas

Diversos projetos sociais são oferecidos e alguns ainda aceitam a inscrição dos que irão realizar o exame em novembro

Os estudantes do Distrito Federal já estão na reta final de estudos para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e podem participar de vários projetos com aulas gratuitas, destinados aos alunos da rede pública de ensino ou os que têm bolsa integral em escolas privadas. A primeira iniciativa é a Maratona Enem, que é um projeto social realizado por vários professores de escolas privadas. A oferta de aulas preparatórias é do professor de biologia Leonardo Barbosa. “É sempre muito bom atender os alunos, contribuir com algo a mais, complementar o conteúdo que eles aprendem em sala de aula”, afirma.

As aulas ocorrem todos os sábados, das 13h20 às 18h15, no Colégio Galois que fica na 601 Sul. A estudante Thaynara Moreira, de 20 anos, é participante do projeto. “Além de estudar em casa, ainda participo dessas aulas oferecidas pela maratona, as aulas têm me ajudado bastante. Tenho muitas dificuldades em redação e matemática. Pretendo fazer o curso de história”, comenta.

 O outro local é no Galt Vestibulares, criado por um grupo de amigos em 2014 e mantido por meio de doações. As aulas acontecem todos os dias no período noturno no Centro Educacional Gisno. O estudante Eduardo Oliveira, de 18 anos, é participante do projeto. “Passo quase o dia todo estudando para as provas do Enem. Quero fazer o curso de agronomia na UnB. As aulas estão me ajudando bastante, principalmente em português, a disciplina que mais tenho dificuldades”, comenta.

A professora de português e redação Nerildes Martins esclarece que os alunos precisam se esforçar mais para se sair bem na redação e ficar por dentro dos temas atuais que acontecem na sociedade. “Os jovens encontram essas dificuldades ao fazer a redação, devido ao vocabulário e argumentos pobres em virtude de pouca leitura. E de não ter o hábito de assistir os jornais ou até mesmo fazer a leitura de um jornal impresso”, afirma.

A outra iniciativa é o #BoraVencer, criado em 2015 pela Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude. As aulas acontecem na 514 Sul e os aulões ocorrem no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O estudante Gabriel Câmara, de 20 anos, é participante do projeto. “Além das aulas que faço, tiro um tempo para estudar em casa. Quero fazer o curso de gastronomia. As aulas me ajudam bastante, ainda mais na matéria que encontro mais dificuldades, que é matemática”, comenta.

E a outra opção gratuita para os jovens é no Jovem de Expressão que fica na Praça do Cidadão em Ceilândia Norte, próximo ao centro da cidade. Para o coordenador do projeto Max Maciel é uma forma de inclusão dos jovens ao mundo universitário. “É uma maneira de oferecer um serviço totalmente gratuito e com professores voluntários para os jovens da comunidade. E deles ter acesso ao ensino superior”, afirma.

 

Enem

Neste ano, as provas do Enem serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Mais informações:

Jovem de Expressão – www.jovemdeexpressao.com.br/

Galt Vestibulares – www.galtvestibulares.com.br/

#BoraVencer - http://www.crianca.df.gov.br/

Maratona Enem - www.facebook.com/maratonaenemdf

    Deixe uma resposta

    Cidadania
    _DSC0066 Ação do Instituto Embalar Sonhos distribui brinquedos e sorrisos no Dia das Crianças
    Cidadania
    É mais arriscado ser gay na periferia
    Cultura
    DJ Mari Perrelli tocando Ser uma DJ em um cenário repleto de homens é um desafio

    Mais lidas