Cidades

Conheça o funcionamento dos novos pardais

Novos equipamentos estão sendo instalados em todo o DF e têm gerado
curiosidades entre os condutores

Tags:
controle de velocidade DER pardal trânsito

Desde o início de 2018 o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) instala nas ruas do Distrito Federal um novo modelo de controlador de velocidade. A novidade tecnológica permite multar por excesso de velocidade com base no tempo percorrido entre um aparelho e outro. Explicando melhor: suponha que entre um pardal e o próximo, a 5 quilômetros de distância, o motorista levasse, dentro do limite da velocidade da via,10 minutos para fazer o percurso. Caso ele percorra o trecho em tempo menor, ainda que passe pelo segundo pardal dentro da velocidade da via, ele poderia ser multado. A possibilidade tem gerado dúvidas nos condutores.

Pardais são instalados e preocupam motoristas

Novos pardais preocupam motoristas

O superintendente de Trânsito do DER, Cristiano Alves Cavalcante, afirma que a tecnologia vai ajudar no combate à violência no trânsito. No entanto, ele enfatiza que o controle por velocidade média ainda não está sendo utilizado, pois depende de regulamentação nacional. “Pela gravidade da situação que hoje é o trânsito, morre-se ai no Brasil em torno de 45 mil pessoas por ano, em Brasília ano passado morreram 390 pessoas, alguma coisa tem que ser feita. Então, controlar por velocidade média é algo que nós enxergamos como bastante benéfico”, justifica.

superintendente de Trânsito do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Cristiano Alves Cavalcante

superintendente de Trânsito do Departamento de Estradas e Rodagem
(DER), Cristiano Alves Cavalcante

O superintendente do DER reconhece a resistência da população aos pardais, mas enfatiza que é preciso combater a violência no trânsito. O motorista Paulo Cardoso, 21, reclama dos novos aparelhos e diz que os pardais deveriam ser educativos e não punitivos. “Eu acho que sim, pardal tem que existir mas na mesmo função dos quebra-molas, por questão de segurança e não questão de pegar dinheiro”. Já a condutora Laíse Caroline Lopes, 22, acha que a nova tecnologia é benéfica “Em questão de acidente, de prevenção, é uma boa coisa porque ai as pessoas realmente vão andar na velocidade da via”.

Os novos equipamentos substituirão os já existentes. Atualmente, são 440 pardais, porém, segundo o DER, este número subira para 628. A troca dos aparelhos tem prazo de 90 dias e deve ser concluída em março. Após o fim das instalações os pardais entram em fase de aferição, feita pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Ainda não há previsão para a regulamentação do funcionamento dos modelos que controlam a velocidade média dos veículos.

Centro de controle de transito do DER

Centro de controle de transito do DER

Deixe uma resposta

Entrevistas
IMG_1885 copia Meio nerd ainda é masculinizado
Turismo e Lazer
_MG_1493 Inserção de alunos com autismo ainda apresenta desafios para escolas
Entrevistas
Marcos Roberto, segurando seu primeiro Livro "Semideus: O Retorno Divino" Mitologia e filmes inspiram livros e peças de artista de Brasília

Mais lidas