Cidadania

Esporte transforma vida de crianças e adolescentes do Varjão

Iniciativa já contribuiu para a transformação social de mais de mil jovens. Varjão Futebol Clube já nasceu com ideia de transformação social

Tornar-se jogador de futebol profissional: esse é o sonho do jovem Maicon Muniz, 15 anos. Ele faz parte do grupo de 80 jovens atletas que participam do Varjão Futebol Clube, projeto de inclusão social sem fins lucrativos, organizado por voluntários que têm o amor ao esporte em comum. “Depois que entrei no projeto, vi que não foi só a parte física que melhorou. Meu comportamento está melhor, hoje penso muito em equipe”, afirma o jogador do clube.

Maicon Muniz sonha em jogar fora do país

Maicon Muniz sonha em jogar fora do país

O projeto foi criado há 8 anos e já treinou mais de mil crianças e adolescentes de 7 a 17 anos. O coordenador e criador do time, o autônomo Martinelli Fonseca da Silva, 25 anos, conta que já participou de vários projetos sociais parecidos, mas nenhum vingou por causa da falta de apoio. Foi então que o Varjão Futebol Clube nasceu. “Resolvi montar o projeto, porque percebi que os jovens aqui do Varjão não tinham muitas oportunidades, nem no esporte, nem na vida profissional”, explica Martinelli Fonseca.

O grupo recebe o apoio da Administração Regional do Varjão, que cedeu o campo de futebol e o vestuário para os jovens atletas treinarem. Os cinco treinadores são voluntários e conciliam a vida profissional fora de campo com o prazer em ensinar de forma voluntária. O técnico em enfermagem Nilton Jenshen Santana, 43 anos, é voluntário do projeto há mais de sete anos. “O Clube é tudo para a comunidade do Varjão, principalmente para o jovem que ao invés de ficar ocioso está aqui sendo orientado. Resgatar as filosofias do bem é nosso papel. Tudo isso, para eles praticarem a cidadania na sociedade”, ressalta o voluntário.

Projeto ajuda nos estudos

Segundo dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) 2015, realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), o número de domicílios urbanos estimados na região do Varjão é de 2.499; a população urbana estimada é de 9.215 habitantes. Quanto à escolaridade da população total da RA, destaca-se o quantitativo de pessoas com ensino fundamental incompleto, 46,17%. O ensino médio completo é a segunda escolaridade com maior número de pessoas, 18,48%. Quanto ao nível de escolaridade, 2,85% declararam ser analfabetos. Esse percentual passa para 5,76% quando somado aos que somente sabem ler e escrever e alfabetização de adultos.

Gustavo Silva ganhou determinação nos estudos

Gustavo Silva ganhou determinação nos estudos

O estudante Gustavo Silva, 16 anos, joga no clube há 4 anos e segundo ele ganhou determinação nos estudos. “ Além do esforço aqui, temos que nos esforçar em dobro na escola. Os técnicos e o coordenador sempre falam isso para a gente, cobram que sejamos bons na escola e aqui”, conta um dos atacantes do Varjão Futebol Clube.

Projeto precisa de ajuda

O coordenador do projeto, Martinelli, sabe da importância do Varjão Futebol Clube para a comunidade, mas reconhece que a escolinha de futebol sofre com a falta de patrocínio. Em alguns casos o time só conseguiu participar de campeonatos porque os próprios atletas se mobilizaram para arrecadar dinheiro. “O projeto sobrevive, muitas vezes, por doações. Precisamos mesmo é de patrocínio, pessoas que agarrem essa causa e ajudem essa meninada a sonhar alto e ter um futuro melhor”, finaliza o idealizador.

Projeto foi criado há 8 anos e já treinou mais de mil crianças

Projeto foi criado há 8 anos e já treinou mais de mil crianças

Ajude o Varjão Futebol Clube
Contatos
99171-1409 — Martinelli Fonseca
99164-6089 — Prof. Nilton Janshen
E-mail: varjaofcbsb@gmail.com

 

Deixe uma resposta

Entrevistas
IMG_1885 copia Meio nerd ainda é masculinizado
Turismo e Lazer
_MG_1493 Inserção de alunos com autismo ainda apresenta desafios para escolas
Entrevistas
Marcos Roberto, segurando seu primeiro Livro "Semideus: O Retorno Divino" Mitologia e filmes inspiram livros e peças de artista de Brasília

Mais lidas