Cidadania

DF oferece atendimento a vítimas de violência, uso de drogas e tráfico de pessoas

Cinco núcleos de acolhimento e acompanhamento às vítimas estão em atividade e áreas consideradas de risco recebem ações de prevenção

Tags:
#cidadania #trafico drogas violência

O Pró-Vítima, programa da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus), oferece às vítimas de crimes e seus familiares atendimento gratuito com psicólogos e assistentes sociais, além de desenvolver ações de prevenção ao uso de drogas, tráfico de pessoas e violência. Brasília conta com cinco núcleos distribuídos em Ceilândia, Lúcio Costa, Paranoá, estação do metrô da 114 Sul e a antiga Rodoferroviária.

AndressaQueiroz1.JPG

Subsecretária da Sejus, Andressa Queiroz, destaca a importância do trabalho de prevenção e acolhimento às vítimas

Para a subsecretária Interina da Sejus, Andressa Queiroz, o atendimento psicossocial, disponibilizado gratuitamente, colabora de forma efetiva para a reinserção social das vítimas. Já as ações de prevenção são desenvolvidas para orientar a comunidade sobre esses temas. “O trabalho desenvolvido pela Sejus tem como objetivo o acolhimento e a orientação às vítimas eImagem de divulgação a prevenção ao uso de drogas, tráfico de pessoas e o combate à violência e pedofilia”, destaca.

A assistente social da Sejus Eliane Alves, que trabalha no núcleo atendimento da antiga Rodoferroviária, relata que “os primeiros boletins de ocorrência registrados nas Delegacias do DF, nesse início de março, apresentam o número impactante de cinco estupros de vulneráveis”. Segundo Eliane, o acesso à informação e a mudança cultural aumentam o número de denúncias. Cada núcleo faz de 100 a 105 atendimentos mensais, que vão do acolhimento e atendimento às vítimas a palestras e capacitações.

 A chefe do Núcleo de Projetos de Cidadania, Annie Vieira, informa que desde a criação da Sejus, em 2012, foram registrados 39 casos de tráfico de pessoas no Distrito Federal. Annie relata uma ação bem-sucedida do Pró-Vítima na desarticulação de um aliciador de menores. “O criminoso se passava por olheiro de um time de futebol da Bahia. Houve uma denúncia ao Pró-Vítima e em atuação conjunta com a polícia, conseguimos impedir que 12 crianças e adolescentes de Planaltina fossem levados para o suposto time”, comemora.

Jogo de abertura do campeonato "Camisa 10 da Prevenção", que aconteceu na quadra de esportes da Escola Classe nº 33 de Ceilândia

Jogo de abertura do campeonato “Camisa 10 da Prevenção”, que aconteceu na quadra de esportes da Escola Classe nº 33 de Ceilândia

 Prevenção

Para atuar na prevenção desses crimes a Sejus realiza o Mutirão da Criança, que é um espaço informativo, recreativo e de intenso debate sobre o uso de drogas, tráfico de pessoas e violência. A Escola Classe 33, do Setor O, em Ceilândia recebeu a última edição do evento, em março de 2018, e contou com cerca de mil participantes. Nessa edição foi implantando o projeto “Camisa 10 da prevenção”, um campeonato de futebol entre escolas do DF e Entorno para tratar o esporte como prevenção ao uso de drogas.

JaciraMariaClara1

Moradoras de Ceilândia, Jacira Alves, e sua filha, Maria Clara, 5 anos, participam do Mutirão da Criança

Para a moradora de Ceilândia Jacira Alves, que acompanhou sua filha Maria Clara, 5 anos, no Mutirão da Criança, a iniciativa é positiva. “Eventos como esse são importantes para comunidade, pois nem todos têm acesso às palestras e aos serviços que são oferecidos”.

 O próximo Mutirão da Criança ainda não tem data e local para ser realizado. Mais informações sobre o Pró-Vitima podem ser solicitadas ao e-mail provitima@sejus.df.gov.br

Serviço

 Confira a relação dos núcleos de atendimento do Pró-Vítima

 Sede: Estação Rodoferroviária, Ala Central, Brasília – Telefone: (61) 2104-4289

 Paranoá: Quadra 5 conjunto 3, Área especial D – Parque de obras – Telefone: (61) 3369-0816

 Estação 114 Sul do Metrô: Subsolo – Telefone: (61) 3346-9309

 Ceilândia: EQNN 5/7, Área Especial C – Ceilândia Norte – Telefone: (61) 3374-0012

 Guará: QELC Alpendre dos Jovens, Lúcio Costa – Telefone: (61) 99276-3453

 

Imagem de divulgação

    Deixe uma resposta

    Turismo e Lazer
    As cartas estão presentes na história da banda e dos fãs. Misticismo e boa música envolvem a banda O Tarot
    Economia
    Carla De funcionário a microempreendedor
    Saúde
    Foto_1 Endometriose e a dificuldade de diagnóstico

    Mais lidas