Cidadania

Ações simples podem garantir cidade melhor

Não jogar lixo na rua ou furar fila e recolher fezes de animais são exemplos de atitudes cidadãs

Um dos principais problemas nas grandes cidades está em atitudes que desrespeitam o bem comum. Furar fila, deixar de recolher rejeitos de animais domésticos nas ruas e jogar lixo fora das lixeiras são exemplos. Todas essas ações atrapalham de alguma forma o convívio em sociedade. “A grande implicação dessas ações se dá por não refletirmos sobre o impacto que poderá ter na vida no próximo. Quando um indivíduo fura fila, ele apenas pensa na vantagem que pode obter, sem se incomodar com a indignação que pode vir a causar no outro”, afirma a cientista social Gabriela Nascimento.

A aposentada Isméria Maria de Oliveira observa que é comum ver atitudes do tipo pelas quadras de Brasília. Ela menciona que sempre recolhe as fezes da cadelinha Rinni e diz que chama a atenção de quem não tem a mesma consciência: “Ela faz cocô no gramado. Eu sempre apanho, coloco no saquinho e depois no lixo. Eu vi uma moça pegando o saquinho de cocô e jogando embaixo da lixeira, no chão. E aí eu perguntei: porque não pega. E ela foi embora sem dizer nada”.

Funcionário de uma empresa de serviços gerais, Carlos Roberto Silva destaca a importância de se cuidar da cidade. “É importante manter o espaço limpo para as pessoas”. Jogar o lixo na rua e não recolher os rejeitos dos animais seguem a mesma lógica do furar fila, com a não preocupação com o outro.

Gabriela observa que a atitude das pessoas está diretamente relacionada a conceitos como ética e moral. “Para uma breve definição, a ética acaba por ser o conjunto de valores e regras definidas por um determinado grupo ou cultura, e que é comum a todos. Neste caso, temos como exemplo nossa legislação, que segue ou deveria seguir a lógica de lei igual para todos. Temos também o conceito de moral que está relacionada com o conjunto de regras aplicadas no cotidiano por cada cidadão, conforme seu próprio entendimento entre o que é certo ou errado”.

Toda ação de cidadania que procure minimamente melhorar a convivência  impactará positivamente na vida social. Atitudes como o respeito, o não jogar lixo na rua ou o economizar água, pensando no outro e no futuro da sociedade têm e terão implicações na vida de todos. “Como sociedade, temos o grande defeito de querer soluções imediatas para as consequências que foram criadas por nós mesmos, ao invés de construir ações simples no dia a dia para colhermos no futuro os benefícios. Por isso a importância do exercício da cidadania rotineiramente”, afirma Carolina.

    Deixe uma resposta

    Entrevistas
    Entrevista Inovar é saber como os outros se comportam
    Cidadania
    Foto: Ingrid Pires Projeto leva esporte e música a adolescentes em Sobradinho
    Cidades
    Placas que sinalizam as saídas do parque, quando existem, estão degradadas. Parque da Cidade precisa de sinalização

    Mais lidas