Economia

Ambulantes apostam em Copa para ampliar lucro

Brindes, camisas, cornetas e bandeiras garantem renda extra ao comércio informal

Quando chega a época da Copa do Mundo, é comum a compra de bandeiras, camisas, cornetas e vários outros produtos verde-amarelos. E tem gente que aproveita para lucrar, tanto no comércio tradicional quanto no informal. “Os pontos positivos estão relacionados a vendas de brindes, artigos esportivos, produtos temáticos relacionados ao evento, o que ajuda nos lucros”, explica o economista Tadeu Siqueira.

O comerciante Lucas Daniel aproveita o período para também atuar como vendedor ambulante e incrementar a renda. “ Não é porque a gente perdeu de goleada na Copa passada que a gente vai desistir”. A vendedora ambulante Maria Dolores Leiva ainda vê dificuldades, mas espera que a procura aumente com o avanço do Brasil na Copa: “Eu estou vendendo já faz um tempão. A venda está meio fraquinha, mas acredito que vai aumentar um pouquinho”. A técnica de enfermagem Leiliane de Lima, que busca na atividade uma forma de ampliar os vencimentos no final do mês, discorda. Para ela, já há um aquecimento. “As vendas tem sido boas e, em relação aos dias recentes, aumentaram bastante. Por isso, acredito, sim, que pode aumentar”.

Os vendedores apostam nas cores da seleção brasileira para atrair os clientes, como afirma Tadeu: “Verificam-se promoções e campanhas de marketing relacionadas ao evento e costumam usar decorações temáticas que prendam a atenção dos consumidores”.

O economista observa que é comum em eventos desse tipo o incremento no comércio. “São diversas promoções e campanhas de marketing. São efeitos que ao final parecem trazer benefícios ao comércio, hipótese que pode ser testada verificando a atividade comercial em período de Copa em comparação com o mesmo período em anos em que o evento não ocorre”.

    Deixe uma resposta

    Turismo e Lazer
    As cartas estão presentes na história da banda e dos fãs. Misticismo e boa música envolvem a banda O Tarot
    Economia
    Carla De funcionário a microempreendedor
    Saúde
    Foto_1 Endometriose e a dificuldade de diagnóstico

    Mais lidas