Cidades

Recanto das Emas: a cidade cheia de comércio e acolhedora aos que vêm de longe

A Região Administrativa abriga cerca de 145 mil habitantes, com um número alto de imigrantes; moradores elogiam a cordialidade da população e o fato de conseguirem resolver tudo perto de casa

Tags:
#imigrantes cidades educação Pdad Recanto RecantodasEmas

A 28 quilômetros da Rodoviária do Plano Piloto está o Recanto das Emas, com mais de 145 mil habitantes, segundo os dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad), de 2015. Um deles é o motorista de aplicativo Alessandro Lopes, 31 anos. Mineiro, veio junto com os pais há mais de 20 anos. Na época, o patriarca, após ser contemplado em um programa de habitação, construiu casa e ficou cerca de quatro anos na cidade, mas resolveu voltar para o seu verdadeiro lar: a roça. Sete dos oito filhos, no entanto, preferiram permanecer.

Essa realidade reflete o dado da Pdad, que mostra que do total da população do Recanto das Emas 49,25% são constituídos por imigrantes. Feliz em morar na cidade, Alessandro elogia a quantidade de lojas e como tudo pode ser resolvido perto de casa.

A pesquisa mostra ainda que, dos moradores, 67,95% são naturais do Nordeste. A empresária vinda do Rio Grande do Norte, Juliana de Paiva, 24 anos, é um exemplo e conta que em sua loja, muitos clientes, em bate-papo, soltam que também são nordestinos.

A comerciante Juliana de Paiva viu na cidade a oportunidade de realizar o sonho do próprio negócio

A comerciante Juliana de Paiva viu na cidade a oportunidade de realizar o sonho do próprio negócio

A comerciante local e moradora viu na cidade a oportunidade de realizar o sonho de abrir o próprio negócio. Há pouco mais de um mês, a moça era caixa de restaurante em Águas Claras. Para não pegar mais trânsito e poder ficar mais perto da filha de pouco mais de um ano, Juliana resolveu abrir uma loja de roupas infantis perto de casa.  “Eu sempre gostei do Recanto. Sempre pensei que aqui daria certo e está dando”, comemora.

A empresária vê nos moradores da cidade mais cordialidade do que em outros locais, porém. critica a violência.  “Tem uma questão ruim que é a criminalidade, mas eu gosto do povo daqui, das pessoas em si. É diferente de Águas Claras, onde o padrão é mais elevado e as pessoas são mais reservadas”, comenta.

Outro dado do estudo destaca o percentual daqueles que não estudam — 73,03%. Quanto ao nível de escolaridade, o maior número é dos que têm ensino fundamental incompleto, 38,48%, seguido pelo médio completo, 23,03%. Os que possuem nível superior são minoria, apenas 5,52%.

Alessandro e Juliana estão entre os que têm ensino médio completo e não estudam desde então. O motorista e a agora empresária dizem que ainda querem fazer faculdade, mas, até o momento, a vida os fez ter que escolher entre trabalhar e estudar.

Retrato de uma cidade longe do centro de Brasília e com pouca valorização da educação, Gabrielle Morais, 19 anos, está finalizando o ensino médio e já trabalha como manicure em um salão da cidade. Optou por trabalhar perto de casa para facilitar, mas diz que ainda assim não é fácil morar em uma região afastada da escola. “Minha rotina é muito cansativa. Eu entro 8 da manhã saio às 16 horas. Vou pro colégio, estudo, e chego em casa por volta de meia-noite”, narra.

Apesar de querer ter ensino superior, muito provavelmente a jovem irá compor o número dos que não estudam, pelo menos por um tempo. “Eu não quero formar e já começar a faculdade porque eu ainda não sei o que quero fazer da vida”, justifica.

Ela conta que, na família, só os mais novos tiveram chance de estudar e pensam em faculdade. A mãe, por exemplo, veio do Goiás e teve que cuidar da casa e trabalhar. Para ela, também, não sobrou tempo para se dedicar aos estudos.

    Deixe uma resposta

    Entrevistas
    Entrevista Inovar é saber como os outros se comportam
    Cidadania
    Foto: Ingrid Pires Projeto leva esporte e música a adolescentes em Sobradinho
    Cidades
    Placas que sinalizam as saídas do parque, quando existem, estão degradadas. Parque da Cidade precisa de sinalização

    Mais lidas