Economia

Apesar da expectativa dos comerciantes, vendas para a Páscoa estão abaixo do esperado

Pesquisas mostram que brasiliense não vai comprar tantos ovos de páscoa, embora pretenda presentear

Para muitos a Páscoa é o feriado que celebra a ressurreição de Jesus Cristo, mas há também o significado comercial da data. Os coelhinhos e ovos de Páscoa são tradições no Brasil. Na época da Páscoa são gerados empregos temporários e as vendas no setor de chocolateira crescem. Em Brasília, porém, 2019 não é um ano muito forte para o período. Segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), em 2018 houve 25,42% a mais de contratações temporárias do que agora.

No ano passado, a estimativa de crescimento nas vendas foi de 9,39% e, para 2019, os comerciantes brasilienses esperam um crescimento de 11,47% na comparação com o mesmo período do ano passado. A pesquisa do Instituto Fecomércio foi feita entre os dias 13 e 18 de fevereiro com mais de 400 empresários.

Ainda de acordo com levantamento, o consumidor da Páscoa de 2019 deverá ser representado, em sua maioria, por homens (53,35%) e as preferências do consumidor indicam produtos como chocolate e trufas. Desta forma, é esperada queda de vendas de ovos. Segundo a Associação de Supermercados de Brasília (Asbra), as vendas não estão sendo como o esperado para o período. Até o momento, a alta da comercialização de produtos com chocolate foi de apenas, 5%.

Ainda assim, o presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, mantém o otimismo. “A Páscoa é uma época de muita tradição no Brasil e o cenário econômico de forma geral está mais favorável. Além disso, há uma maior diversificação de produtos e a preocupação em oferecer opções que caibam no bolso de quem não tem dinheiro sobrando para comprar itens caros”, esclarece. Ainda segundo ele, essa é a primeira data importante para o comércio este ano e funcionará como termômetro para os empresários medirem como serão as vendas durante o ano.

Em relação aos ovos, há consumidores que reclamam do custo. O estudante Rafael Moreira é um deles: “Não tenho condições de comprar ovos de cinquenta, sessenta reais. Quero dar uma lembrancinha para minhas irmãs, mas com o preço dos ovos, recorri para outras opções”. Entre as soluções pensadas por Rafael estão dar barras de chocolates ou ovos caseiros com preço mais em conta. No Instagram, por exemplo, é possível encontrar diversos perfis oferecendo produtos por encomendas.

Alta em ovos de Páscoa faz com que consumidores recorram a outras opções

Alta em ovos de Páscoa faz com que consumidores recorram a outras opções

A dona de casa Michelle Yunes sempre aproveita a Páscoa para lucrar com a venda de ovos de colher. No primeiro ano de vendas, em 2013, quase ninguém conhecia e foi uma novidade. “Eu pensei que poderia fazer ovos de vários sabores e tamanhos diferentes”, lembra Michelle. Hoje ela tem a marca Brigadeiria da Mi e, no ano passado, quatro empresas a contrataram para fazer lembranças para os funcionários. “Ano passado bati os seis mil reais de vendas, graças a Deus cada ano minhas vendas aumentam”, comemora.

Fiscalização

O órgão fiscalizador dos ovos de Páscoa é a Vigilância Sanitária. Por ser um produto de baixo risco de contaminação, não há reclamações. Para os casos de pessoas que iniciam fabricação de ovos, é preciso notificar a Vigilância Sanitária, número para contato 160 ou 162,  que avalia a composições e rotulagens.

O fabricante de ovos caseiros deve ter boas práticas de fabricação e seguir as normas IN16/2017 Divisa/SVS/SES ou RDC 216/2004 ANVISA/MS  que regulamenta a produção e as práticas de saúde para o setor. Caso seja fabricante e outros façam a revenda, o produto deve ser notificado junto a Gerência de Alimentos da Vigilância Sanitária.

 

Consumidores notam aumento nos preços de ovos de chocolate

Consumidores notam aumento nos preços de ovos de chocolate

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Saúde
Entrada da Fundação Hemocentro de Brasília Doar sangue ajuda a salvar vidas
Turismo e Lazer
Jogos de tabuleiro no roteiro de diversão do DF
Turismo e Lazer
IMG  (7) Céu das Artes é opção de lazer e cultura para jovens do Recanto das Emas

Mais lidas