Meio Ambiente

Brasil é pioneiro mundial no uso de biocombustíveis

Líder em produção no setor, Brasil estrutura alternativas aos combustíveis fósseis

As mudanças climáticas nunca foram tão discutidas como agora, assim como suas soluções. Uma delas é abrir mão dos combustíveis fósseis, derivados de petróleo, um dos principais vilões do planeta no combate ao efeito estufa. O Brasil é considerado privilegiado por diversos fatores ambientais como o clima, a grande extensão territorial e a alta capacidade agrícola, pela fertilidade do solo. O país é hoje o segundo maior produtor de biocombustíveis do mundo. Só perde para os Estados Unidos. Os números mostram que o país está em um caminho promissor para alcançar as metas firmadas na 21ª Conferência das Partes (COP 21): ampliar a participação dos biocombustíveis na matriz energética.

Segundo informações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), cerca de 45% da energia e 18% dos biocombustíveis consumidos no país já são renováveis. O país está à frente de outros países de maior força econômica: no resto do mundo, 86% utilizam fontes não renováveis. Isso torna o Brasil o pioneiro mundial no uso de biocombustíveis, segundo a ANP.

A Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio) defende que a utilização do chamado “B20” em veículos, uma porcentagem de 20% de biodiesel misturado ao diesel comum, pode representar uma redução de 25 mil toneladas de hidrocarbonetos na atmosfera. Nas emissões de CO2, é possível evitar 65 mil toneladas de monóxido de carbono anualmente.

“Um estudo encomendado pela Aprobio à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE/USP), sobre o impacto econômico da produção de biodiesel no período de 2008 a 2011, mostrou que o maior uso do biocombustível naqueles anos evitou a emissão de 11 milhões de toneladas equivalentes de gás carbônico (CO²) ”, ressaltou o presidente da Aprobio.

No Distrito Federal (DF), parte da frota dos ônibus já é abastecida com B20. A Secretaria de Mobilidade do Distrito Federal se comprometeu em aumentar gradativamente o número dos transportes públicos com esse tipo de abastecimento ainda em 2019.

O Ministério de Minas e Energia (MME) criou o RenovaBio em 2016 para ampliar estratégias de reconhecimento de todos os tipos de biocombustíveis na matriz energética do país. O diretor do Departamento de Biocombustíveis do MME, Miguel Ivan Oliveira, destacou a relevância da medida. “O governo está dando o sinal de que o setor de biocombustíveis tem importância estratégica não apenas para a matriz energética brasileira, como também para o desenvolvimento econômico-social do Brasil como um todo. ”

Os biocombustíveis

Os biocombustíveis são derivados de matéria orgânica, de origem vegetal ou animal. Ou seja, são renováveis. Podem substituir combustíveis derivados de petróleo e gás natural em motores ou em geração de energia.

O etanol é obtido a partir do processamento e fermentação da cana-de-açúcar, milho, beterraba e batata. No Brasil, a cana é a matéria-prima mais utilizada tanto na produção de açúcar, quanto do etanol. Segundo estatísticas da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os estados líderes em produção em 2018 foram: São Paulo (SP), com 102 milhões de barris; Goiás (GO), com 28 milhões de barris; e Minas Gerais (MG), com 20 milhões de barris.

Já o biodiesel, pode ser produzido a partir de soja, palma, girassol, babaçu, amendoim, mamona, pinhão-manso, gordura animal e, ainda, de óleos utilizados para fritura de alimentos. No Brasil, a soja é a principal matéria-prima. Os maiores produtores em 2018 foram: Rio Grande do Sul (RS), com 9 milhões de barris; Mato Grosso (MT), com 7 milhões; e Goiás (GO), com 4 milhões.

No DF, parte da frota de ônibus já é abastecida com B20

No DF, parte da frota de ônibus já é abastecida com B20

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Saúde
Entrada da Fundação Hemocentro de Brasília Doar sangue ajuda a salvar vidas
Turismo e Lazer
Jogos de tabuleiro no roteiro de diversão do DF
Turismo e Lazer
IMG  (7) Céu das Artes é opção de lazer e cultura para jovens do Recanto das Emas

Mais lidas