Economia

É melhor poupar ou investir?

Para especialistas é importante entender a diferença entre economizar, poupar e investir, já que todas elas podem trazer benefícios e riscos

Todo mundo quer economizar dinheiro, mas é natural surgirem dúvidas quanto a esse assunto. No começo, o  comum é optar mesmo por uma alternativa mais conservadora, já que o medo de perder tudo de uma vez é grande. Mas será que a poupança é o único investimento seguro do mercado? Onde é melhor aplicar o dinheiro com segurança?

Caio Marlon, 46 anos, vendedor, ainda acredita na segurança da poupança. Ele faz depósitos de diferentes valores há mais ou menos 8 anos em sua conta, pensando no futuro dos filhos. Perguntado sobre por que não pensa em outras formas de investimentos, diz: “Não procurei saber mais sobre outras formas de investimentos. Com meu pai foi assim, ele poupou para minha educação e, hoje, posso fazer o mesmo pelos meus filhos. Tenho mais segurança com o dinheiro na conta”, enfatiza.

O assistente administrativo João Cirilo, com apenas 26 anos, já se considera um grande investidor. Depois de estudar mais sobre o assunto, chegou à conclusão que iria investir a longo prazo: “Depois de ler muito sobre o assunto, resolvi investir em ações como rendas variáveis, tesouro direto e fundo de investimentos”, explica.

João começou a investir, há mais ou menos 3 anos

João começou a investir, há mais ou menos 3 anos

O economista João Borges explica que toda vez que se fala em investimentos e em aplicações financeiras, é preciso pensar no perfil da pessoa. Para saber dos riscos e benefícios, em uma aplicação financeira normalmente se consideram três fatores: rentabilidade, prazo e risco.

João Borges já ganhou vários prêmios na área econômica

João Borges já ganhou vários prêmios na área econômica

O risco está ligado ao objetivo. Se a pessoa tem um objetivo de longo prazo, está pensando em poupar para a aposentadoria ou para custear o curso superior dos filhos ainda pequenos, não é aconselhável o envolvimento com investimentos de risco que tenham muita volatilidade.

Se o investidor tem um objetivo em longo prazo e com baixos riscos, melhor que opte por uma poupança ou uma renda fixa. “Existe uma modalidade de aplicação interessante que é o Tesouro Direto em que você pode comprar títulos prefixados (rendimento determinado no momento da aplicação) ou pós-fixados (rendimento conhecido somente no final da aplicação). A vantagem é que ele te cobra a inflação, paga alguns juros reais e não tem taxa de administração”, aponta João.

Poupança

A poupança, é o investimento mais popular e o mais simples de ser feito. Para investir na poupança só é preciso ter uma conta em banco e aplicar o dinheiro. Geralmente, os depósitos são feitos mensalmente. Esse tipo de investimento também é um dos mais tradicionais por causa de sua segurança, e permite que sejam feitos saques a qualquer momento de acordo com a necessidade ou vontade do titular.

Tesouro Direto
O Tesouro Direto é um investimento em que o interessado adquire títulos públicos e que são responsáveis por financiar gastos do governo, por exemplo. Diferentemente do que muita gente acha, o Tesouro Direto é o investimento mais seguro, ganhando até mesmo da poupança. A diferença, entretanto, é que o Tesouro Direto requer que o investidor se cadastre em um banco ou corretora que possam operar no Tesouro, chamados de agentes de custódia. Além disso, os investimentos têm um prazo de vencimento, que é quando o dinheiro pode ser retirado. Se o investidor deseja retirar o dinheiro antes, terá de vender o seu título e isso pode significar perda de dinheiro.

Ações
Ações são negociadas na Bolsa de Valores, mas é preciso de uma corretora para intermediar a compra. O investidor ganha na diferença do valor de compra e venda da ação e quando há distribuição de dividendos das empresas.

Serviço – Para saber mais sobre investimentos
Poupança – http://www.caixa.gov.br/voce/poupanca-e-investimentos/perguntas-frequentes/Paginas/default.aspx
Tesouro Direto – http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto
Investimentos – https://www.rico.com.vc/

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Turismo e Lazer
capa Nova edição da revista Redemoinho discute temas polêmicos
Economia
Movimento Empresa Júnior: empreendedorismo começa cedo
Cultura
IMG_2603 Arte fora do eixo

Mais lidas