Turismo e Lazer

Academias de rua são opção para se manter saudável

Várias pessoas preferem o uso de espaços públicos para atividades físicas; locais estão espalhados por todo o Distrito Federal

Falta de dinheiro para a academia não é impeditivo a quem quer se manter em atividade física. Cada vez mais a população opta pelos Pontos de Encontro Comunitário (PEC), que permitem se exercitar ao ar livre e estão espalhados por todo o Distrito Federal. Ainda, cresce o número de academias populares, com preços a partir de R$ 60 a mensalidade.

André Victor Sampaio, de 23 anos, ficou desempregado quando se mudou para Brasília. Em Manaus, sua antiga cidade, ele tinha uma rotina de treino diária e se não fosse a academia de rua disponibilizada no parque de Águas Claras, dificilmente ele conseguiria manter sua rotina. “Quando eu comecei a malhar na rua foi o meu período de maior hipertrofia (ganho de peso), porque mesmo não utilizando os equipamentos mais sofisticados, eu tinha mais tempo para me dedicar aos exercícios e as minhas dietas”, afirma.

Já o estudante Victor Neves, de 21 anos, tinha 14 quando começou a fazer exercícios. Seus pais não concordavam com a ideia dele começar a malhar naquela idade, então, ele começou a frequentar a área de exercícios ao ar livre do Taguaparque. ¨ Eu era muito novo e estava aprendendo ainda, e lá já tinha uma galera que frequentava quase todo dia, eles me ajudaram muito¨.

IMG_9832

PECs

Como as academias de rua acabam por não serem muito populares, várias pessoas também estão utilizando os espaços feitos para idosos se alongarem como academias para seus treinos cotidianos, como uma alternativa para quem prefere não pagar uma academia.

Carol Borba é personal trainer e produz vídeos para o youtube. Em um de seus vídeos ela monta um treino completo em uma Academia ao Ar Livre. ¨A ideia do vídeo veio pois sempre que eu ia correr num parque aqui perto de casa, eu passava por uma academia ao ar livre bem bonita e sempre via as pessoas utilizando de forma errada, várias pessoas criando exercícios novos podendo até mesmo se machucar¨, afirma. Esse vídeo viralizou e  chegou a 1 milhão de visualizações em poucos dias no Facebook.

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Turismo e Lazer
capa Nova edição da revista Redemoinho discute temas polêmicos
Economia
Movimento Empresa Júnior: empreendedorismo começa cedo
Cultura
IMG_2603 Arte fora do eixo

Mais lidas