Saúde

Vacinas são essenciais para todas as idades

Governo Federal ressalta necessidade da vacinação inclusive em adultos, especialmente os que estão dentro do grupo de risco

Tags:
Saúde

A vacinação é fundamental para indivíduos de todas as idades, desde recém-nascidos até idosos. Neste ano, o Governo Federal investiu e intensificou em publicidade com o objetivo de demonstrar e conscientizar a população a respeito do tema. Os postos de saúde estão abertos, com aumento do seu quadro de funcionários para disponibilizar as vacinas para aqueles que se enquadram dentro do grupo de risco relacionado pelo Ministério da Saúde.

O órgão indica que adultos e idosos devem se dirigir ao posto de saúde mais próximo e procurar se vacinar contra as seguintes doenças: hepatite B, febre amarela, tríplice viral, HPV, catapora, gripe e dengue. Existem, também, as indicadas para mulheres que estão no período de gestação: DT e a DTPA.

Os grupos de risco indicados pelo Ministério da Saúde são os: trabalhadores da saúde, povos indígenas, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa, jovens sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).

Pedro Pereira dos Santos, servidor da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, explicou porquê todos devem tomar as vacinas.  “Sem dúvida é preciso se vacinar. Os adultos, às vezes, pensam que não é importante, que é necessário só para crianças. Entretanto, a vacinação é indicada para todas as idades. No meu caso, trabalho com pessoas doentes, por isso estou inserido no grupo de risco.”

Cleia Alvares de Oliveira, 39 anos, professora da Rede Pública de Ensino, relatou: “Eu sempre procuro me vacinar. Considero as vacinas valiosas para todos nós. Quando soube da campanha pela televisão, não perdi tempo e vim direto ao posto de saúde para realizar as vacinas necessárias. Dou aula para muitas crianças e não posso passar doenças para elas”.

Cléa sendo vacinada contra a dengue.

Cleia de Oliveira, professora, se vacinou contra a dengue

Teresinha Ferreira, 88 anos, aposentada, informou que em toda a sua vida considerou a vacina significativa para ela e para toda a sociedade. “Em minha opinião, a vacinação é algo essencial, previne muitos tipos de doenças. Eu nunca deixei passar uma campanha sem tomar as vacinas disponibilizadas pela Secretaria de Saúde.”

Idosa tomando vacina contra a febre amarela.

Idosos devem vacinar contra a febre amarela

 

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Comportamento
FOTO 1 PROD 10 População negra sofre em meio a pandemia
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Saúde
WhatsApp Image 2020-05-18 at 18.45.00 (1) (1) Voluntários se unem em corrente para ajudar profissionais da saúde do DF
Economia
Creditos Leila Pacheco (fonte) 4 Donas do pedaço: empreendedoras garantem sua renda de casa
Esporte
foto: Jéssika Lineker Coronavírus x Futebol Candango
Comportamento
Photo by Asif Akbar from FreeImages Entre um isolamento e outro, gostamos de nos isolar
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social
Meio Ambiente
Banco de imagens pexels Reciclando pela vida
Saúde
Foto de João Paulo Silva personagem fissura A fissura é tratável
Educação
Rapensando nas Escolas O hip hop como instrumento de educação
Saúde
prato matéria anorexia Anorexia é a doença psiquiátrica que mais mata no mundo
Entrevistas
Deputado distrital do DF (REDE), Leandro Grass tem 32 anos, é professor, sociólogo, mestre em Desenvolvimento Sustentável, doutorando em Desenvolvimento em Gestão Pública (UnB) e gestor cultural pela Organização dos Estados Ibero-Americanos | Foto: Divulgação/ Assessoria de Comunicação/ Leandro Grass Leandro Grass: “DF tinha tudo para ser referência na condução da pandemia”

Mais lidas