Turismo e Lazer

Festa em Louvor ao Divino Espírito Santo reúne moradores de Luziânia

A festividade que reúne cerca de 600 pessoas nas atividades da festa já se encontra na 273ª edição

Com sua origem há cerca de 273 anos, a Festa em Louvor ao Divino Espírito Santo, organizada pelo Santuário de Santa Luzia, em Luziânia, reúne moradores de toda a cidade. A festividade é centrada, basicamente, em dois objetivos: propagar a devoção do Espírito Santo de Deus e reunir as famílias com a comunidade por meio de um momento de partilha e de confraternização.

Segundo a Pastoral da Comunicação do Santuário de Santa Luzia, em Luziânia, o evento reúne, todos os anos, cerca de 600 pessoas nas atividades da festa. “Todas elas são voluntárias movidas pelo amor e devoção ao Divino Espírito Santo, Nossa Senhora do Rosário e São Benedito”, afirma a equipe.

Festividade reúne cerca de 600 colaboradores todos os anos

Festividade reúne cerca de 600 colaboradores todos os anos

Bernadete Salomão, luzianiense de 49 anos, conta que a Festa do Divino sempre fez parte da sua vida. “Tenho lembranças da minha infância onde eu acompanhava minha mãe na novena”, afirma. Sua trajetória com a festividade teve início muito cedo, pois sua mãe fazia parte da equipe de colaboradores anos atrás. “É uma tradição na nossa família. Minha avó ensinou à minha mãe, que posteriormente me ensinou. Anos depois foi a minha vez de ensinar às minhas filhas”, conta Bernadete.

O evento é marcado pela Novena do Divino Espírito Santo, Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, celebrada no Santuário de Santa Luzia. Cada dia da novena fica responsável por uma equipe de profissionais, como professores, sindicatos, policiais e órgãos públicos. Após a tradicional novena, acontece a parte social da festa, anualmente prestigiada no Centro Comunitário de Luziânia. Lá são dispostas barracas com comidas típicas e doces, além de brinquedos para garantir a diversão das crianças.

Ao final da novena em Louvor ao Divino Espírito Santo, é celebrada a Folia de Rua, a parte mais especial do evento para Bernadete. “A folia de rua é a parte mais admirável para mim. Quando as bandeiras se encontram no Santuário, um lindo show de fogos de artifícios é oferecido à comunidade. É uma emoção muito grande para quem é membro da igreja”, conta a luzianiense.

A Folia de Rua deste ano acontece no dia 6 de junho (sexta-feira) e tem início com um almoço no Centro Comunitário Padre Bernardo às 11h, e ao meio dia uma caminhada de toda a comunidade pelas principais ruas da cidade, até o encontro no Santuário de Santa Luzia, por volta das 18h. Todos estão convidados a prestigiar o evento.

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Comportamento
FOTO 1 PROD 10 População negra sofre em meio a pandemia
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Saúde
WhatsApp Image 2020-05-18 at 18.45.00 (1) (1) Voluntários se unem em corrente para ajudar profissionais da saúde do DF
Economia
Creditos Leila Pacheco (fonte) 4 Donas do pedaço: empreendedoras garantem sua renda de casa
Esporte
foto: Jéssika Lineker Coronavírus x Futebol Candango
Comportamento
Photo by Asif Akbar from FreeImages Entre um isolamento e outro, gostamos de nos isolar
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social
Meio Ambiente
Banco de imagens pexels Reciclando pela vida
Saúde
Foto de João Paulo Silva personagem fissura A fissura é tratável
Educação
Rapensando nas Escolas O hip hop como instrumento de educação
Saúde
prato matéria anorexia Anorexia é a doença psiquiátrica que mais mata no mundo
Entrevistas
Deputado distrital do DF (REDE), Leandro Grass tem 32 anos, é professor, sociólogo, mestre em Desenvolvimento Sustentável, doutorando em Desenvolvimento em Gestão Pública (UnB) e gestor cultural pela Organização dos Estados Ibero-Americanos | Foto: Divulgação/ Assessoria de Comunicação/ Leandro Grass Leandro Grass: “DF tinha tudo para ser referência na condução da pandemia”

Mais lidas