Ciência e Tecnologia

Da televisão sem cores à inteligência artificial

Confira as mudanças ocasionadas pela revolução tecnológica dos últimos 100 anos

Os últimos 100 anos foram de muito desenvolvimento tecnológico. A maior transformação foi fruto da Revolução Industrial, que começou na Inglaterra do século XVIII. Com ela, vieram diversas revoluções para a história da humanidade, como a máquina a vapor, o avião e o telégrafo. Porém, mesmo trazendo soluções inovadoras para época, ainda hoje os avanços não se cessaram. Nos últimos 100 anos, a população presenciou e presencia mudanças antes inimagináveis, que, para os cientistas, estão apenas começando.

Os que já nasceram no século XX e XXI testemunham uma evolução veloz das tecnologias. Em 1919, por exemplo, foi realizada a primeira travessia transatlântica aérea sem escalas, um trajeto feito pelos britânicos John Alcock e Arthur Brown em 16 horas e meia. Hoje já pode se falar de Inteligência Artificial (IA), que permite que sistemas simulem uma inteligência parecida com a dos humanos. Esse artifício já foi até para as telas de cinema, como no filme Her (Ela, na tradução para o português), em que o protagonista se apaixona por uma máquina dotada de inteligência artificial.

O cinema colorido, como é conhecido hoje, também é uma invenção dos últimos 100 anos. Neste período, o mundo abrigou uma geração em que até a televisão ainda não era acessível a todos. O celular, então, era uma tecnologia que nem se passava pela cabeça.  “Na minha infância eu só lembro de brincadeiras na rua. Depois passei a assistir televisão, que ainda era preta e branca. Como morava no interior, precisava fugir para casa do vizinho para poder assistir porque não tinha em casa”, conta a funcionária pública aposentada Maria Izabel, de 62 anos. Ela relata ainda que o seu primeiro celular só veio com cerca de 40 anos de idade. “Hoje você entra na internet e faz o que quiser. A tecnologia agora é outra coisa”, finaliza.

“Na minha infância eu só lembro de brincadeiras na rua. Depois passei a assistir televisão, que ainda era preta e branca", conta Maria Izabel, 62 anos.

“Na minha infância eu só lembro de brincadeiras na rua. Depois passei a assistir televisão, que ainda era preta e branca”, conta Maria Izabel, 62 anos.

Já para a estudante de jornalismo Giulia Soares, 20 anos, o aparelho móvel é parte da rotina desde criança. “O primeiro celular que eu tive quando pequena era da minha mãe, um Nokia que ela me deu de tanto que eu passava tempo nele em um joguinho de bolinha”, lembra. Hoje, cursando comunicação social na Universidade de Brasília, reconhece que a tecnologia é imprescindível na sua futura profissão. “A tecnologia conecta pessoas e é uma forma bem rápida de dissipar as informações, que é a principal razão do meu trabalho”.

De acordo com a associação GSMA, o número de usuários únicos de telefone celular chegou a cinco bilhões no mundo em 2017. Mas isso nem sempre foi assim. O primeiro celular portátil foi desenvolvido apenas em 1973, por Martin Cooper. Já o primeiro computador pessoal acessível só veio em 1981, quando a IBM lançou o IBM PC 5150. Antes desses acontecimentos, a comunicação era feita de forma muito mais demorada, como pelas cartas. “Antigamente você se correspondia por carta. Demorava semanas pra chegar. Quando fiz intercâmbio ainda era assim que a gente se comunicava, ficava aquela ansiedade esperando pela próxima correspondência. A carta é mais romântica. Hoje você manda um ‘oi’, uma carinha, um beijinho”, afirma a aposentada Alba Vasconcelos, 62 anos.

Alba relata suas lembranças da adolescência. Quando tinha 15 anos, um dos seus presentes foi uma vitrola que, para o seu pai, era um presentão. Ela ri da memória de ter um móvel gigantesco apenas para escutar música. “Além disso, na minha adolescência a televisão era preta e branca. No lançamento do homem à lua, fui para a casa da embaixada americana assistir os astronautas”. Apesar dos avanços que a tecnologia trouxe, Alba acredita que também há alguns malefícios.

“Hoje você fala com alguém do outro lado do mundo em segundos e pode falar todo dia com sua família que mora longe. Mas a tecnologia também afastou muito as famílias. Os filhos ficam dentro do quarto vendo televisão, suas séries ou ligados 24 horas na internet. Tiveram os seus dois lados da moeda. Eu gosto, estou sempre ligada. Tenho Instagram, Facebook, Twitter, Whatsapp. Mas ela pode aproximar quem está longe e afastar quem mora na sua própria casa”.

Linha do tempo

Cada período da história abrange uma série de inovações, sejam elas tecnológicas ou sociais. Veja alguns dos maiores marcos na tecnologia mundial.

1936 – Primeira transmissão televisiva pela BBC britânica.

1940 – Surgimento da TV em cores.

1943 – Durante a Segunda Guerra, os britânicos conseguem decodificar mensagens alemãs secretas utilizando o supercomputador Colossus.

1948 – Criação do disco de vinil.

1954 – Pioneirismo em fibra ótica, pelo físico Narinder Kapany

1969 – Os astronautas americanos vão à lua

1973 – Criação do primeiro celular portátil por Martin Cooper

1976 – Criação de um dos primeiros computadores pessoais do mundo, que resultaria na gigante Apple: o Apple I, desenvolvido por Steve Wozniak e Steve Jobs

1981 – IBM lança o primeiro computador pessoal acessível (PC)

1997 – Wi-Fi torna-se padrão mundial para Internet sem fio

2001 – A Apple revoluciona com a criação do leitor de música iPod MP3

2001 – Fundação da enciclopédia online por Larry Sanger e Jimmy Wales

2001 – Compartilhamento de arquivos desenvolvido por Bram Cohen, a tecnologia BitTorrent

2007 – A Amazon.com lança o leitor de livros eletrônicos Kindle

2007 – A Apple apresenta o Iphone, um celular touchscreen

2010 – A TV 3D começa a ficar mais amplamente disponível

 

Foto capa: Reprodução Google.

 

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Turismo e Lazer
capa Nova edição da revista Redemoinho discute temas polêmicos
Economia
Movimento Empresa Júnior: empreendedorismo começa cedo
Cultura
IMG_2603 Arte fora do eixo

Mais lidas