Entrevistas

Dia Nacional do Teste do Pezinho lembra a importância do exame

Diagnóstico precoce pode reconhecer mais de 40 doenças e ajudar no tratamento de crianças

Tags:
crianças exames nascidos pezinho recém Saúde Teste

Dia 6 de junho foi instituído o Dia Nacional do Teste do Pezinho, com o objetivo de lembrar a importância da triagem neonatal. Coletado entre o 2º e o 5º dia de vida do bebê, o exame possui a versão básica e a expandida, que permite identificação de mais de 40 tipos de doenças. A médica pneumologista pediátrica da Secretaria de Saúde do Distrito Federal e do Hospital da Criança Juliana Palis Horta da Silva fala mais sobre o assunto.

Por qual motivo dia 6 ficou conhecido como Dia Nacional do Teste do Pezinho?

O Dia Nacional do Teste do Pezinho é 6 de junho. A data foi instituída com a criação do Programa de Triagem Neonatal, do Ministério da Saúde, em 2001.

O que é o teste do pezinho?

É um exame de rastreio responsável por identificar precocemente doenças raras e graves nos recém-nascidos para que possam ser manejadas e tratadas o mais rápido possível, evitando sequelas graves e até a morte.

Como funciona, como é realizado?

O exame é feito a partir de gotas de sangue colhidas do calcanhar do recém-nascido. É rápido, pouco invasivo e não traz risco algum à saúde do bebê. Em Brasília é realizado ainda nas maternidades públicas.  Os que nasceram em outros locais e não coletaram devem procurar qualquer unidade básica de saúde.

Por qual motivo o teste do pezinho é tão importante para o bebê?

O teste do pezinho é tão importante porque detecta doenças graves que se não forem rapidamente tratadas e manejadas adequadamente acabam levando a sequelas graves na criança, até à morte. Então, quanto antes você detecta, você pode realmente salvar vidas.

Quais tipos de doenças podem ser identificados através do teste?

Hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, hiperplasia adrenal congênita, deficiência de biotinidase, anemia falciforme e fibrose cística. Essas são as doenças identificadas na triagem neonatal do Ministério da Saúde.

Como funciona o teste do pezinho expandido?

O teste do pezinho expandido pode detectar até 48 tipos de doença diferentes, mas só é disponível na rede particular e aqui em Brasília, pois há um programa de triagem neonatal específico que detecta 30 tipos de doenças diferentes.

Qual a diferença da versão expandida para a mais simples?

A diferença básica é detectar um número maior de doenças que são mais raras, mas também muito importante a detecção precoce pois apesar de ser rara, quando acontece, é muito grave.

Quais são os benefícios que o teste pode trazer?

Os benefícios são imediatos. Por exemplo, uma criança que nasce com hipotireoidismo, se não é tratada, terá sequela neurológica grave e pode chegar até à morte. Se você instituir o tratamento, ela terá uma vida normal.

Mito ou verdade: o teste do pezinho machuca o bebê?

O teste do pezinho não machuca, é um furinho no calcanhar muito discreto e não traz nenhum malefício pra criança.

Mito ou verdade: o teste do pezinho detecta Síndrome de Down?

Não detecta Síndrome de doenças.

Mito ou verdade: o teste do pezinho pode ser realizado em qualquer idade?

Pode ser realizado com qualquer idade, mas o ideal é que seja realizado o quanto antes para detectar precocemente as doenças.

Mito ou verdade: os bebês que nasceram prematuros ou que realizaram transfusão sanguínea devem realizar uma segunda coleta do teste?

Nos bebês que nascem precocemente normalmente são realizados pelo menos mais duas coletas do teste do pezinho pra não haver nenhum erro. Quando a criança é submetida à transfusão sanguínea também tem que repetir o teste do pezinho por 30 dias.

Segundo a pediatra, o teste do pezinho pode identificar mais de 40 tipos de patologias em recém-nascidos

Segundo a pediatra Juliana da Silva, o teste do pezinho pode identificar mais de 40 tipos de patologias em recém-nascidos

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Turismo e Lazer
capa Nova edição da revista Redemoinho discute temas polêmicos
Economia
Movimento Empresa Júnior: empreendedorismo começa cedo
Cultura
IMG_2603 Arte fora do eixo

Mais lidas