Educação

Projeto voluntário coordenado por estudantes da UnB prepara candidatos para vestibulares e Enem

Vestibular Cidadão (DF) oferece vagas gratuitas para estudantes da rede pública e bolsistas

Tags:
#vestibular #Enem #vestibularcidadão #preparatório

O projeto “Vestibular Cidadão (VC)”, coordenado por alunos da Universidade de Brasília (UnB), tem ganhado destaque no Distrito Federal entre os estudantes da rede pública e bolsistas integrais de escolas particulares que não têm condições financeiras de se prepararem para os vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O presidente do Vestibular Cidadão, Vinicius Machado, de 22 anos, que cursa Geografia na UnB explica a iniciativa do projeto: “O VC acredita que há deficiência na estrutura do ensino médio público. Há uma necessidade por parte dos alunos de escolas públicas que não tiveram uma preparação adequada para o vestibular, uma falha no ensino. Percebemos isso pela ausência de interpretação na própria realização da prova e esse cursinho é determinante para eles entenderem”, comenta Vinicius.

Criado em 2003, o curso oferta 120 vagas em cada semestre. O processo seletivo conta com três fases. As inscrições são realizadas pelo site e há uma taxa única no valor de R$ 10 reais. Após isso são submetidos a uma prova objetiva de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática. Os aprovados são encaminhados a uma entrevista, de caráter eliminatório e classificatório.

O perfil dos alunos é de candidatos matriculados no último ano do ensino médio ou que já concluíram e se encontram com dificuldades econômicas. Às vezes, há uma evasão por estes candidatos não terem condições para pagar a passagem já que alguns não têm mais o benefício do cartão estudantil.

O cursinho é ministrado por 60 profissionais voluntários, principalmente estudantes de licenciatura na UnB que também passam por um processo seletivo. Dentre eles estão professores, coordenadores de cadeira e administrativo.

Atualmente, o projeto conta com duas turmas, de segunda a sábado. No período vespertino, as aulas acontecem em uma sala cedida no Centro de Ensino Médio Elefante Branco (Cemeb). No período noturno são realizadas na Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (EAPE). Aos sábados, no Centro de Ensino Médio Setor Oeste, ambas na Asa Sul.

As aulas são ministradas durante 13 semanas. Os professores revisam e reforçam conteúdos aprendidos anteriormente no ensino médio, aulas regulares de todas as disciplinas e ao longo do semestre são feitos simulados para os alunos praticarem.

Incertezas

Em preparação para a prova do Enem, Vinicius acredita que há uma preocupação na prova do ano de 2019 por conta da mudança de governo e da reestruturação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização das provas: “ Ainda temos uma incerteza do que pode acontecer. O Enem acaba seguindo bastante esse viés atrelado ao governo, então existe uma expectativa na mudança no perfil da prova”, comenta.

O Vestibular Cidadão tenta interagir com os alunos de uma forma diferente dos cursinhos tradicionais, integrando os alunos por meio de feiras de ciências, profissões e confraternizações sem perder o foco de um estudo intensivo.

“No VC, são disponibilizados simulados e listas de exercícios feitas pelos próprios professores voluntários. Além disso, contam com uma plataforma que também tem disponível os materiais das aulas para os alunos. É oferecido todo o suporte de um preparatório convencional”, explica o presidente do Vestibular Cidadão.

Vestibular Cidadão de Brasília

E-mail: vestcidadao@gmail.com

Site: www.vestibularcidadao.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/vestibularcidadaobsb

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Comportamento
FOTO 1 PROD 10 População negra sofre em meio a pandemia
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Saúde
WhatsApp Image 2020-05-18 at 18.45.00 (1) (1) Voluntários se unem em corrente para ajudar profissionais da saúde do DF
Economia
Creditos Leila Pacheco (fonte) 4 Donas do pedaço: empreendedoras garantem sua renda de casa
Esporte
foto: Jéssika Lineker Coronavírus x Futebol Candango
Comportamento
Photo by Asif Akbar from FreeImages Entre um isolamento e outro, gostamos de nos isolar
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social
Meio Ambiente
Banco de imagens pexels Reciclando pela vida
Saúde
Foto de João Paulo Silva personagem fissura A fissura é tratável
Educação
Rapensando nas Escolas O hip hop como instrumento de educação
Saúde
prato matéria anorexia Anorexia é a doença psiquiátrica que mais mata no mundo
Entrevistas
Deputado distrital do DF (REDE), Leandro Grass tem 32 anos, é professor, sociólogo, mestre em Desenvolvimento Sustentável, doutorando em Desenvolvimento em Gestão Pública (UnB) e gestor cultural pela Organização dos Estados Ibero-Americanos | Foto: Divulgação/ Assessoria de Comunicação/ Leandro Grass Leandro Grass: “DF tinha tudo para ser referência na condução da pandemia”

Mais lidas