Turismo e Lazer

Igrejinha de Fátima completa 61 anos

O templo religioso comemora, este mês, mais de seis décadas

Um dos pontos turísticos mais visitados de Brasília, a primeira edificação do Plano Piloto e 1ª Paróquia, a Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, localizada na 308 Sul, completa 61 anos, dia 28 de junho. Serão realizadas quatro missas para comemorar o aniversário. Projetada pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer, foi tombada em 2007, como homenagem ao centenário de Niemeyer. O templo é coberto por azulejos de Athos Bulcão.

Parte Interna do Templo

Parte interna do Templo. Externamente, a construção lembra o formato do chapéu de freira

O projeto foi feito por Sarah Kubitschek, ex-primeira-dama no final dos anos 50, em agradecimento a promessa feita para a Virgem de Fátima, em que ela pedia a melhora da saúde de uma das filhas, Márcia Kubitschek, que estava com uma doença rara na coluna, aparentemente incurável.

Conhecida popularmente como Igrejinha, foi feita em apenas 100 dias. Com o formato de um chapéu de freira, foi inaugurada no dia 28 de junho de 1958. A capela que foi projetada para abrigar cerca de 800 pessoas acabou sendo construída para 30 lugares. O painel de Bulcão é um dos únicos que possui significado, estrela da inatividade e a descida do Espírito Santo.

Contrução da Igrejinha em 1958

Contrução da Igrejinha em 1958

Frei Messias Chagas Braga conta que a Igreja Nossa Senhora de Fátima é um dos pontos turísticos mais queridinhos dos fiéis. “A Igrejinha é tão amada pelo povo brasiliense e mais ainda pelos turistas, por ser também uma obra do Niemeyer e pela história que ela carrega”.

Dona Mariazinha da Silva mudou-se para a Asa Sul para ficar mais próxima do Templo. “Eu morava em Águas Claras. Eu vinha todo dia pela manhã rezar. Ficava um pouco longe, então, decidi morar mais perto também para eu participar um pouquinho mais da igreja e é uma obra tão linda”.

A arquiteta Carolina Moraes conta que a Igrejinha é uma das obras preferidas dela em Brasília. “O Niemeyer foi um gênio, jamais alguém pensaria em fazer uma igreja com um formato de chapéu de freira. É uma das minhas obras preferidas.”

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Turismo e Lazer
capa Nova edição da revista Redemoinho discute temas polêmicos
Economia
Movimento Empresa Júnior: empreendedorismo começa cedo
Cultura
IMG_2603 Arte fora do eixo

Mais lidas