Saúde

Mais da metade da população do DF tem excesso de peso, diz Ministério da Saúde

Segundo a Organização Mundial da Saúde o Brasil é o 5º país mais sedentário do mundo. As taxas de doenças crônicas só aumentam

A prática da atividade física é um dos hábitos mais recomendados para ter uma vida saudável. A Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a tratar o sedentarismo e a inatividade física como problemas de saúde pública. A falta dessa prática acarreta riscos para a saúde aumentando o índice de obesidade, doenças cardíacas e crônicas. O Brasil é o 5º país mais sedentário do mundo e o primeiro da América Latina, segundo a OMS. De acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018, do Ministério da Saúde, 51,6% da população do Distrito Federal têm excesso de peso e 18% obesidade.

Em relação à obesidade, entre 2006 e 2018 o número de pessoas aumentou de aproximadamente 11,8% para 19,8%, maior índice registrado durante esse período. Fazer exercícios físicos diminui os riscos de doenças crônicas como a diabetes, hipertensão, depressão e ajuda no emagrecimento. Ajuda ainda a equilibrar o físico e o mental.

O recomendado pela OMS é praticar atividade física pelo menos 150 minutos por semana. Weudes Santos, de 26 anos, conta que pratica atividade física pelo menos seis vezes por semana e que isso mudou a sua vida. “Me sinto completamente mais disposto em me movimentar. Sempre fui mais magro, mas nem sempre ser magro é sinônimo de saúde’’.

Weudes Santos, de 26 anos, prática atividade física seis vezes por semana

Weudes Santos, de 26 anos, pratica atividade física seis vezes por semana

Qualidade de vida

O grupo Kero Mais Corrida (KMC) é uma assessoria esportiva que visa o bem-estar e a qualidade de vida dos seus participais e para quem tiver interesse de se preparar para competições. O grupo tem pelo menos 20 alunos ativos e a média de quilômetros percorridos depende de cada um, a maioria corre entre 4 e 6 km por aula.

Professor de educação física e corredor de rua desde de 1993, Otoniel Batista fundou o grupo com o intuito de levar o esporte e transformá-lo em um ambiente descontraído. “O esporte tem inumeráveis benefícios e proporciona um bem-estar físico, mental e social. Precisa ter paciência e proatividade para alcançar os objetivos’’.

Seja dançar, correr, pular corda ou musculação o importante é não ficar parado. O professor conta que a atividade física vai muito mais além do que simplesmente diminuir o sedentarismo. “O exercício funciona como uma ferramenta na formação do ser humano. Precisa ter disciplina e passar por um processo de adaptação e treinar todas as valências físicas’’. Valências físicas são todas as capacidades e qualidades do indivíduo na estrutura corporal. Como por exemplo a resistência aeróbica, velocidade, flexibilidade e força.

Dados do Ministério da Saúde mostram que três em cada 100 mortes registradas, em 2017, no país podem ter sido influenciadas pelo sedentarismo. E estão relacionadas com as doenças como diabetes, câncer e as cardiovasculares. Dados da Pesquisa feita pela Vigitel entre os anos de 2006 e 2017 afirmam que o percentual de homens com diabetes aumentou de 3,8% para 6,8%. E o de mulheres foram 23,8% a mais, no mesmo período. No geral, o Distrito Federal aparece com 7,3% da população com essa doença.

Weudes Santos conta que o esporte foi o principal motivo para ele dar o primeiro passo e não ficar parado. “O esporte abriu as portas para que eu conseguisse me conhecer melhor e procurar meios de ficar cada vez mais preparado para questões pessoais do dia a dia’’.

A atividade vai tão além do querer emagrecer e de diminuir o sedentarismo que consegue melhorar o condicionamento físico, aliviar o estresse, melhorar a qualidade do sono, e ajudar na disciplina e na dedicação pessoal. Aumenta também a produtividade no dia a dia e melhora a autoimagem.

Produtividade

O exercício físico libera certas substâncias durante a prática que são os hormônios. Um deles é chamado de endorfina. É uma substância natural produzida pelo cérebro sendo um neurotransmissor e é responsável por regular a emoção, a sensação de bem-estar e reduz a ansiedade e o estresse.

Outra substância produzida durante a atividade física é a serotonina que ajuda a combater a baixa autoestima e em distúrbios como a ansiedade e a depressão. Além disso, regula  sono, apetite, humor, movimentos e outras funções.

A prática da atividade física é benéfica pelas vantagens que traz ao corpo e para a mente. Começar a praticar para evitar desenvolver inúmeras doenças é uma grande solução para ter uma vida longa e saudável e beneficiar a sua vida pessoal e social. Vamos praticar?

    Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

    Deixe uma resposta

    Educação
    Alunos recebem atenção extra nas Salas de Recursos Escolas públicas do DF contam com mais de 15 mil alunos especiais matriculados
    Cidadania
    mostafa-meraji-YdekMO3_SbE-unsplash Solidariedade em tempos de pandemia
    Economia
    Snapseed (14) Distrito Federal tem consumo per capita de 14,1 kg de pescado por ano

    Mais lidas