Turismo e Lazer

Após 42 dias fechado, Cine Drive-in reabre com medidas de prevenção ao novo coronavírus

O cinema ao ar livre fechou depois dos cinemas de shoppings centers e foi o primeiro a reabrir na capital, em 28 de abril

O Cine Drive-in de Brasília reabriu, no final de abril, após mais de um mês fechado por causa do novo coronavírus. O estabelecimento parou as atividades em 20 de março, em virtude do decreto 40.539 do governo do Distrito Federal e voltou a funcionar no dia 28 de abril, por meio do decreto 40.659 de 24 de abril, que permite o funcionamento do cinema desde que as pessoas permaneçam dentro de seus veículos, mantendo vedada a comercialização de produtos.

“Encaminhamos um ofício para a Casa Civil solicitando a abertura, já que em outros países os cinemas drive-in estão funcionando”, conta Marta Fagundes, proprietária e administradora do Cine Drive-in, dizendo que já esperavam pelo novo decreto.

O autocine – cinema onde o filme é assistido dentro do carro – é o último do Brasil, e foi o último, também, a parar as atividades por causa da covid-19 na capital federal. Além disso, é o primeiro a reabrir em Brasília, antes das salas de cinema de shoppings centers. O Cine Drive-in está tomando medidas de prevenção ao coronavírus, são elas:

  • É obrigatória a permanência dentro dos veículos;
  • Respeitar a distância de uma vaga entre os carros;
  • Somente será permitida a entrada de uma pessoa por vez nos banheiros, devendo ser mantida a distância na fila;
  • Permanecer de máscara no deslocamento para o uso dos sanitários;
  • Disponibilização de álcool em gel para uso dos clientes e funcionários;
  • A lanchonete e bomboniere não estão funcionando.

“As pessoas estão respeitando e ficando dentro do carro, alguns só abrem o porta-malas ou ficam na carroceria de pick-ups e camionetes. A fila do banheiro também está organizada e com álcool em gel”, conta o frequentador Guilherme de Moraes, que completa: “É sempre bom assistir filme lá, principalmente nesses tempos de pandemia.”

Letreiro na entrada do Cine Drive-in. Foto: Marília Guimarães / Agência Brasília

Letreiro na entrada do Cine Drive-in. Foto: Marília Guimarães / Agência Brasília

A capacidade normal do Cine Drive-in é para 400 veículos, porém, está reduzida pela metade, respeitando o intervalo de uma vaga entre os carros. Marta Fagundes também revelou alguns números de público na semana de reabertura. “No dia que abrimos não estávamos com sessão para crianças, que são nossos maiores frequentadores, as famílias. Tivemos uma média de 110 carros com 2 pessoas. Na quinta, colocamos na programação um filme infantil. Aí o cenário foi outro, passaram de 130 carros só nesta sessão infantil! Durante a semana, normalmente, temos pouco movimento. Uns 50 carros por noite.”

 

Nos dias 28 e 29 de abril, foram dois filmes exibidos por noite: “Luta por Justiça” e “1917”. Mas, atendendo a pedidos do público cinéfilo, a partir do dia 30 a animação “Pé Pequeno” foi acrescentada na programação. Embora os filmes não sejam lançamentos, são bastante recentes. Uma boa oportunidade para quem ainda não assistiu e para quem quer sair um pouco de casa. “Valeu super a pena poder dar uma aliviada no estresse de só ficar dentro de casa”, diz a espectadora Larissa Foratini.

Para informações sobre horários, valores dos ingressos e novas programações de filmes, basta acessar o site: www.cinedrivein.com ou consultar o Instagram: @cinedriveinoficial. Vale lembrar que continua sendo permitido levar sua pipoca ou lanche de casa.

O último cinema drive-in do Brasil

O Cine Drive-in de Brasília é patrimônio cultural e material do Distrito Federal e, também, o último cinema deste tipo em funcionamento no Brasil. O Cine Drive-in foi construído e inaugurado praticamente junto com a capital federal e, em 2020, também completa 60 anos de existência, fazendo parte da história da Capital.

O coordenador do curso de Cinema e Mídias Digitais do IESB, Paulo Duro, comenta que o Drive-in remete à nostalgia e que fez parte da educação cinematográfica que deu às próprias filhas, levando-as ao Cine Drive-in quando crianças. “Acho super interessante, super válido e super legal. E é uma quebra para esse império dos shoppings centers, o Cine Drive-in é uma resistência”, Paulo completa falando sobre manter a tradição dos cinemas a céu aberto.

Celebração do título de patrimônio cultural do Cine Drive-in, em 2018. Foto: Toninho Tavares / Agência Brasília

Celebração do título de patrimônio cultural do Cine Drive-in, em 2018. Foto: Toninho Tavares / Agência Brasília

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Educação
Para além da formação básica: estudantes buscam novos conhecimentos durante quarentena
Comportamento
Banco de imagens gratuito Em meio a pandemia deficientes visuais enfrentam desafios para não serem contaminados
Entrevistas
A artista que se reinventou

Mais lidas