Cidades

Uso de máscara é obrigatório no DF; especialista comenta importância do equipamento

A obrigatoriedade no uso deste EPI foi decretada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) como medida para enfrentar o coronavírus

Tags:
#ÁguasClaras #distritofederal aglomerção isolamento social

A primeira semana em que entrou em vigor o decreto do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB-DF), dando conta do uso obrigatório de máscaras no DF foi marcada pelo cumprimento da medida por uma boa parte da população, porém ainda houve flagrantes de irresponsabilidade. Vale lembrar que a medida foi adotada para tentar conter o avanço do coronavírus em território brasiliense.

Para ajudar na conscientização dessa medida, o governo brasiliense estabeleceu pontos de distribuição de máscaras em terminais de ônibus, no metrô e em pontos onde geralmente há muita aglomeração. No dia 17/04, o GDF havia anunciado que seriam doadas um milhão de máscaras para a população da capital.

No primeiro fim de semana da nova medida, o que se percebeu em várias regiões do território brasiliense foi que a medida foi cumprida. Entretanto, houve locais onde as pessoas não estavam preocupadas nem com o uso da máscara e nem com o isolamento social.

 

Aglomeração em praça de Águas Claras

Aglomeração em praça de Águas Claras, flagrada por moradora da região

Em uma foto feita pela moradora Sharda Paula, em uma praça da cidade de Águas Claras, é possível perceber que muitas pessoas estavam aglomeradas e sem utilizar o equipamento de proteção. Paula publicou a foto em uma página no Facebook, onde muitos outro moradores lamentaram a postura. Vale lembrar que a cidade já registra 159 casos e 4 mortes pela doença.

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde naquela semana, o DF tem 1.740 casos confirmados da doença, sendo que desse grupo 50 pessoas estão internadas em unidades de tratamento intensivo (UTI). E totaliza 33 mortes.

Outra medida tomada pelo governo para conter a Covid-19 foi a de promover a testagem em massa da população. Esse tipo de ação faz parte das orientações da Organização Mundial Da Saúde (OMS) para conter a doença. Desde o dia 27/04, dez pontos de testagens já estão funcionando no DF.

Uso das máscaras é essencial

A infectologista do Hospital Regional da Asa Norte (Hram) Joana D´arc Gonçalves explica que o uso de uma máscara é essencial para prevenir a possibilidade de contágio. Pois, à medida que mais indivíduos usam o equipamento, menor é a chance de contágio.

“Se uma pessoa doente não usa máscara, a possibilidade dela infectar outra pessoa é de 70%, mas se usar a possibilidade é de apenas 5%. E se os dois usarem a proteção, o risco cai para 1,5%. Daí vemos a importância desse EPI”, conta Joana.

A especialista ainda recomenda que a máscara de pano deve ser usada de maneira correta, encaixando adequadamente no queixo e tampando boca e nariz. Além disso, é importante trocar as máscaras a cada três horas e após isso lavar bem.

 

índices de contágio são reduzidos com a máscara

índices de contágio são reduzidos com a máscara

“Depois de trocar é preciso lavar. Sendo que podem ser lavadas até 30 vezes. A lavagem tem que ser feita com água e sabão, e após isso ser deixada de molho na água sanitária por no mínimo 10 minutos, deixar secar e passar o ferro”, conta a infectologista.

Joana ainda completa salientando a importância do uso da máscara. “É uma ferramenta muito eficaz. Nos demos conta desse ótimo equipamento há pouco. Mas é importante lembrar que se ela não for usada corretamente vai virar uma fonte de infecção. Por isso é importante cumprir todas as recomendações”, finaliza.

A OMS, em suas coletivas de imprensa, vem salientando a importância do uso de máscaras, do isolamento social e da testagem em massa. Segundo a entidade, apenas com essas medidas será possível achatar a curva da doença em países onde há muitos casos. Como é a situação do Brasil, que a cada dia bate novos recordes de mortes pela doença.

Os postos atendem nos seguintes locais:

Para moradores de Águas Claras, Taguatinga, Vicente Pires e Arniqueiras: Unieuro

Moradores das asas Sul e Norte, Sudoeste, Cruzeiro/Octogonal e Noroeste: Estacionamento 13 do Parque da Cidade

Moradores do Lago Sul, São Sebastião, Itapoã, Paranoá, Jardim Botânico e Jardins Mangueiral: Paróquia São Pedro de Alcântara – St. de Habitações Individuais Sul EQI 7/9, Lago Sul

Moradores do Lago Norte, Varjão e Granja do Torto: Iguatemi Shopping

Moradores do Guará, Núcleo Bandeirante, Candângolandia e Park Sul: Parque Shopping

Moradores de Ceilândia, Por do Sol e Sol Nascente: IESB Unidade Ceilândia

Moradores de Ceilândia e Taguatinga: JK Shopping

Moradores de Sobradinho I, II e Fercal: SESI – AE 03 – Lotes A/F – Q 13 – Parque dos Jequitibás, Sobradinho

Moradores de Planaltina: Loja Maçônica 7 de Setembro, próxima ao Hospital Regional de Planaltina

Moradores do Gama e Santa Maria: Estádio Bezerrão

 

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Educação
Para além da formação básica: estudantes buscam novos conhecimentos durante quarentena
Comportamento
Banco de imagens gratuito Em meio a pandemia deficientes visuais enfrentam desafios para não serem contaminados
Entrevistas
A artista que se reinventou

Mais lidas