Entrevistas

Dentista Musical faz sucesso nas plataformas digitais

Com mais de 900 mil seguidores, Simone César contou em entrevista ao Portal Iesb sobre o sucesso na produção de conteúdo

Tags:
#dentista #entrevistas tiktok

Famosa nas plataformas digitais e especializada em odontopediatria há 20 anos, Simone Cesar reúne seguidores por meio de conteúdos voltados ao público infantojuvenil. A Dentista Musical, como é conhecida nas redes sociais, encontrou na produção de vídeos e memes publicados no Tik Tok, Youtube e Instagram uma ferramenta para se conectar com os clientes. Os conteúdos variam entre os assuntos mais famosos no momento a abordagens educacionais, sempre em tom comediante.

A produção começou há dois anos, no antigo Musically, que tinha as mesmas funções que o Tik Tok, plataforma chinesa baixada mais de 1 bilhão de vezes em celulares Android e Apple. Simone conta que sua clientela aumentou cerca de 20% após seu ingresso no TikTok, em que possui 907 mil seguidores e 18 milhões de curtidas. No Instagram, acumula 79,7 mil seguidores e no Youtube tem 10,1 mil inscritos e mais de 154 mil visualizações.

A paixão de Simone pela odontopediatria surgiu na infância, quando observava o pai dentista cuidando do sorriso dos pacientes com dedicação e cuidado. Ela e os irmãos seguiram o mesmo caminho e abriram uma clínica familiar, onde trabalham todos juntos, em São Paulo. Os dois filhos da dentista, um menino de 11 anos e uma menina de 9, colaboram com o trabalho digital de Simone, com inspirações e ideias. Para a Dentista Musical, o objetivo de sua carreira é transformar as visitas ao dentista em algo bom para as crianças, além de cuidar com amor e carinho de seus pacientes, mensagem que demonstra em seus vídeos.

Confira a entrevista:

Como começou a produzir conteúdo para a internet?

A inspiração surgiu na época do Musically, há uns dois anos. Meu filho me mostrou o app e achei super legal, podia colocar música e fazer várias coisas. Tive a ideia de fazer dentro da clínica para mostrar que a criança não precisa ter medo de dentista, e sim que pode ser uma coisa saudável e divertida. Comecei com um vídeo muito despretensioso com uma paciente com a música Frozen e todo mundo gostou de assistir. Aí continuei filmando e filmando nas próximas semanas, até que um vídeo viralizou e pegou mais de 1 milhão de visualizações. Os pacientes começaram a pedir para fazer os vídeos. Tudo isso foi me estimulando a produzir mais. Hoje todo vídeo que eu faço com a criança é a própria criança que pede, como se fosse prêmio por comportamento. Quando termina o atendimento pergunto se está tudo bem e se quer gravar o vídeo, normalmente a resposta é positiva, todas as crianças aceitam gravar. Apenas os pequeninos não costumam gostar muito, aqueles entre 7 a 13 anos gostam mais. As mães ficam muito ansiosas para ver o resultado final e, se não posto, mandam mensagem perguntando o que aconteceu.

Como funciona a produção dos vídeos?

Separo uma hora de atendimento para cada criança, normalmente atendo em 45 minutos e no restante gravo o video. Os pais sempre autorizam e mandam para a família, que vai divulgando e gerando uma rede para mim. Com o passar do tempo os vídeos foram ficando diversos: gravo sozinha, com meus filhos, em casa. Tenho uma menina de 9 e um menino de 11. As ideias dos vídeos são todas minhas, vou assistindo outros e vou tentando tirar ideias legais. Gosto de passar uma mensagem sobre educação e felicidade, na pegada de comédia. Agora na quarentena teve diminuição de vídeos com os clientes, mas tenho muitos gravados e vou postando aos poucos.

Qual o retorno do TikTok?

É um trabalho de formiguinha, trabalho todo dia tentando fazer um bom conteúdo para atrair seguidores que se identifiquem comigo, que são crianças. Já fui reconhecida na rua, em shoppings. Acho lindo porque sou uma dentista e virei referência para a criança, o que é muito novo, ainda mais algo que une saúde e educação sobre odontologia. O conteúdo é sempre voltado pras crianças, mas, os adultos também gostam.

Os vídeos de Simone são feitos em casa ou no consultório, com os pacientes

Os vídeos de Simone são feitos em casa ou no consultório

O código de ética da odontologia prevê alguma coisa relacionada a produção de conteúdo para internet?

Não tem nada contra a imagem de vídeo do consultório desde que tenha uma documentação toda preparada e siga regras e normas sobre isso. Eu estou toda correta. Você precisa colocar o CRO (Conselho Regional de Odontologia) e nome profissional em todas as plataformas e o consultório tem que estar dentro das normas de vigilância sanitária. Recebi visitas para saber se estava tudo bem e para permitir a exposição virtual. Não tô fazendo nada de errado, na verdade estou tirando a imagem de medo do dentista.

Houve clientes que te procuraram graças ao Tik Tok?

Nesses dois anos surgiram muitas pessoas por causa do Tik Tok. Crianças que não abriam a boca pra nenhum dentista agora mostram sem dificuldade. Pais que não conheciam o Tik Tok e quando a criança mostrou para eles, me procuram no Instagram e entraram em contato. Teve um aumento em torno de 20% no número de pacientes.

Quais os planos para o futuro como dentista e produtora de conteúdo?

Tenho propostas de empresas e algumas faculdades para palestrar sobre meu trabalho com crianças, justamente porque tenho muito alcance com elas. Sigo em frente porque muita coisa ainda pode acontecer.

Como você lida com as crianças que têm medo do dentista? Quais as dicas para que isso não aconteça? 

A principal é nunca falar para a criança que teve dor ou medo de dentista, sempre ser o exemplo. Escovar os dentes quando pequenos com eles para gostarem de fazer. A criança que tem medo normalmente são menores, então tenho técnicas aprimoradas para fazer perder o medo de dentista, da dor, etc. O dentista é um profissional treinado pra isso, porque a gente precisa tratar da criança que tem dor. Não mostro vídeos durante o atendimento, separo bem uma coisa da outra. A Dentista Musical é após a consulta.

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Entrevistas
res20161008152707223220o Adriana Lodi, mestra, atriz e aprendiz
Saúde
october-pink-1714664_640 Além do laço e das luzes cor de rosa
Cidades
Captura de Tela 2020-10-28 às 18.38.14 Tia Zélia, a baiana que conquistou a Vila Planalto
Cidadania
WhatsApp Image 2020-10-28 at 18.21.29 ONGs para pets do DF passam por necessidades durante a pandemia
Economia
auxilio-emergencial As dificuldades de quem não conseguiu aderir ao auxílio emergencial
Esporte
O esporte na pandemia da Covid19| Freepik Como está sendo a adaptação das atividades esportivas durante a pandemia da Covid-19
Cidadania
WhatsApp Image 2020-10-14 at 20.47.49 Mulheres unidas na linha de frente contra a violência de gênero
Economia
foto matéria-6 destaque Aumento do desemprego causa incerteza sobre o futuro
Turismo e Lazer
ponstos turisticos Brasil Saiba quais são cuidados que turistas devem ter antes de sair de casa
Ciência e Tecnologia
O crescimento dos aparelhos celulares no país|Flickr Os brasileiros estão cada vez mais conectados pelos smartphones
Saúde
Ensaio fotográfico gestacional da enfermeira Helenita Vilarinho. Mudança climática: calor excessivo no DF agrava problemas gestacionais
Saúde
No calorão do DF, que alcançou 37ºC em 8 de outubro, nem os sorvetes se salvam | FOTO: Reprodução / Pixabay DF bate recorde de calor. saiba quais são os cuidados necessários em tempos de seca
Saúde
Segundo pesquisa realizada pela VIGITEL, 57% da população masculina do DF, apresenta sobre peso. Isolamento social: aumenta o número de pessoas sedentárias no Brasil
Ciência e Tecnologia
Projeto procura novos modelos tecnológicos para uma eleição através da internet.| Flickr País busca novos modelos para implantar uma eleição via internet
Comportamento
foto matéria 8 TOC atinge mais de 4 milhões no Brasil
Comportamento
NICOLLY PRADO Para fugir de ansiedade e frustrações com pandemia, estudante viaja de bike e faz trabalho voluntário pelo Brasil afora
Saúde
frasco_rotulado_como_vacina_contra_covid-19_em_foto_de_ilustracao_10_04_2020_reuters_dado_ruvic_illustration1408200865 População permanece insegura quanto a futura campanha de vacinação contra a Covid-19
Economia
6cv0sd64tum55rmc60ootwxss-850x560 (1) Pequenos negócios crescem na contramão da crise causada pela pandemia
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social

Mais lidas