Turismo e Lazer

Setor de turismo busca adaptações no DF

Plataforma digital foi criada para estimular turismo virtual; projeto de turismo rural ainda em processo de estruturação teve que parar atividades.

O setor de turismo no Distrito Federal sofreu forte impacto com a chegada do coronavírus. Segundo Estevão Reis, Secretário-Executivo de Turismo no DF, todas as atividades turísticas foram paralisadas por causa da pandemia. Devido a este acontecimento, nasceu uma plataforma digital chamada Brasília Virtual Tour para comemorar os 60 anos da capital federal. Nesta plataforma é possível encontrar rotas cívicas, culturais, arquitetônicas, náuticas e também os tesouros naturais do cerrado. Esse espaço tem por objetivo fazer com que as pessoas possam fazer um passeio turístico a monumentos do Distrito Federal estando no conforto de suas casas.

Brasília Virtual Tour permitiu lazer turístico a usuários em tempo de confinamento

Brasília Virtual Tour permitiu lazer turístico aos usuários em tempo de confinamento

A pandemia, além de afetar o turismo já existente no quadradinho, também atingiu projetos de turismo que estavam em processo de criação. Na região norte do DF, o turismo rural era o foco principal. Segundo Estevão, um dos trabalhos estava em processo de estruturação de turismo na rota do cavalo, região localizada em Sobradinho-DF. “Um lugar de grande potencial turístico de haras, restaurantes rurais e outras potencialidades turísticas. Esse projeto foi interrompido por conta da demanda de capacitação dos envolvidos, seja empresários, proprietários e outros interessados na temática”, conta Estevão. Ele garante que assim que a pandemia passar, retomará as atividades desse projeto.

 

Turismo rural teve atividades e projetos suspensos por causa do coronavírus

Turismo rural teve atividades e projetos suspensos por causa do coronavírus

“Nós estamos aqui há 23 anos trabalhando com o turismo rural, fundamos a Associação da Rota do Cavalo para fomentar o turismo na região. O rancho trabalha com lazer, equinocultura, eventos como casamentos e competições esportivas. A pandemia estagnou, a receita foi a zero e estamos buscando linhas de crédito para manter os negócios até o retorno da atividades”, conta  José Rodrigues, 59, administrador de empresas e dono do Rancho Canabrava. Ele ainda destaca que teve uma perda muito grande em relação a seus funcionários, com alguns demitidos, outros afastados e apenas uma minoria mantida.

 

Rancho Canabrava há 23 anos em Sobradinho,  é afetado economicamente pelo impacto do coronavírus

Rancho Canabrava,  em Sobradinho, foi afetado pelo impacto econômico provocado pelo novo coronavírus

 

Vera Dias, presidente da Associação de Ecoturismo da Rota do Cavalo, listou alguns projetos, como identificação das propriedades que trabalham com empreendimentos rurais e respectivas identificações com sinalização turística e também a criação de um site através de parceria junto  à Secretaria de Turismo, onde todos os proprietários dos empreendimentos turísticos terão espaço para apresentar seus produtos.

Na região Oeste do DF, Brazlândia também tem projetos de turismo rural paralisados, apesar de ser território propício para novas atividades. Brazlândia já é conhecida por ter pontos turísticos como o Poço Azul e também a Chapada Imperial. O secretário disse ainda que pretende fomentar o turismo religioso, já que Brazlândia possui a segunda maior basílica católica do DF e também cita o turismo náutico da cidade.

Projetos pós pandemia

Existem projetos de transição da pandemia, como a seleção de alguns hotéis para que possam receber profissionais da saúde e segurança. O secretário Estevão Reis acredita que isso contribua para que, pelo menos, a economia do setor hoteleiro continue movimentada, sendo um setor que também faz parte da economia do turismo. Esse estudo para definir potencialidades de turismo no DF é feito junto às administrações regionais.

Não existem estudos ainda para calcular o quanto o DF está perdendo em termos de economia com a paralisação do turismo. Mas já se discute a retomada das atividades no pós pandemia com medidas para atenuar e reativar setores do turismo. Estão sendo feitos diálogos com representantes da gastronomia, bares e restaurantes, como também um estudo para definir novas potencialidades de turismo no DF, feito junto as administrações regionais. Há a possibilidade também de abertura de centros de atendimento ao turista em cada localidade do Distrito Federal

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Educação
GabrielLino_03 Insight no ensino brasileiro
Meio Ambiente
Jardim montado na casa de Juscilene Lima Conheça a história de quem trabalha para salvar o meio ambiente
Comportamento
FOTO 1 PRODUÇÃO9 População brasileira desrespeita o isolamento social

Mais lidas