Economia

Empresas voltam à rotina após confinamento devido a covid-19

Crise do coronavírus traz prejuízos para a economia, porém a volta ao trabalho deve tranquilizar setores.

Com a crise sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus em todo o mundo as medidas contra o vírus vêm sendo tomadas, sendo a quarentena e o distanciamento social as principais e mais eficazes. Porém, com o passar do tempo, o governo brasileiro vem cedendo nas medidas mais “fortes”. Em decreto oficial, o presidente da República Jair Bolsonaro determinou como setores essenciais, as academias, salões de beleza e barbearias.

Com o afrouxamento das medidas muitos brasileiros começam a voltar para as rotinas de trabalho aos poucos. Mas como está sendo feita a volta à rotina de trabalho em algumas empresas? Vitor Micael é estagiário na CNI – Confederação Nacional da Indústria, e teve a rotina retomada no começo de maio. “Voltei para a empresa com o número de funcionários reduzido, principalmente por conta das pessoas em situação de risco”.

Medidas de proteção na volta ao trabalho

Medidas de proteção na volta ao trabalho, como o uso do álcool em gel, vem sendo tomadas pelas empresas

As medidas contra o vírus estão sendo tomadas em diversos setores e empresas, para evitar a propagação da covid-19. Segundo Hiago Rodrigues, coordenador da seção feminina da Zara, a empresa está fazendo todo o possível para evitar a propagação da doença entre os trabalhadores e clientes. “Na volta aos trabalhos a Zara está fazendo a higienização da loja, depois determina o uso obrigatório de luvas e máscaras fornecidas pela loja, além de álcool em gel estar disponível em todos os cantos da loja. Os uniformes dos funcionários serão trocados diariamente.”

As pessoas que estão no quadro de risco estão tendo que esperar a situação da pandemia passar ou melhorar para ter uma possível volta ao trabalho, então como está sendo o auxílio para esses trabalhadores? Hiago Rodrigues, coordenador da Zara, tem bronquite asmática, logo está em situação de risco. “Não posso e nem sou autorizado a trabalhar, por causa da asma. A loja me permite ficar em casa e paga uma parte do meu salário, o governo paga o restante com o programa de auxílio durante a pandemia e quarentena”.

As medidas para a proteção dos empregados e da relação empregado e empregador estão, neste momento de pandemia, cada vez mais tensos e confusos, de um jeito nunca visto antes. Então quais são as formas legais garantidas aos trabalhadores e aos empregadores na legislação? Segundo a CLT (Consolidação das Leis do trabalho) em seus artigos é prevista a garantia de direitos trabalhistas invioláveis.

Dentre tantas diversidades causadas por conta da pandemia de coronavírus os trabalhadores estão tendo um auxílio vindo dos governos para que nada de abusivo na parte trabalhista possa acontecer, além de bom senso dos empregadores.

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Educação
GabrielLino_03 Insight no ensino brasileiro
Meio Ambiente
Jardim montado na casa de Juscilene Lima Conheça a história de quem trabalha para salvar o meio ambiente
Comportamento
FOTO 1 PRODUÇÃO9 População brasileira desrespeita o isolamento social

Mais lidas