Cultura

O show tem que continuar

Setor de eventos se organiza independentemente para conseguir sobreviver e reivindicar ações de auxílio ao governo.

Tags:
#técnica Cultura eventos

Empresários, técnicos e produtores do mercado de eventos de Brasília se unem para conseguir sobreviver enquanto o segmento de eventos continua parado e sem apoio efetivo do governo.

Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae em abril de 2020 a pandemia do novo coronavírus afetou 98% dos empresários do mercado de eventos no Brasil e, mesmo assim, o governo ainda não abriu diálogo com a categoria para discutir quais serão as medidas que serão adotadas para auxiliar quem depende dos eventos para sobreviver e como será o retorno desse segmento.

Alguns movimentos independentes estão sendo primordiais para que as pessoas que vivem de eventos consigam sobreviver durante o período em que ainda é necessário o isolamento social para diminuir a propagação da Covid-19. Segundo Arthur Gomes, que trabalha com iluminação cênica há mais de 9 anos, os trabalhos sumiram assim que a pandemia foi decretada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). O iluminador relata que já estava contratado para 22 shows pelo Brasil para a turnê da banda norte americana Backstreet Boys. “Desde então não fiz nenhum evento”, lamenta. Mesmo tendo recebido o auxílio emergencial o profissional diz que está muito difícil sobreviver sem trabalho.

Movimentos independentes cobram providências do governo

No dia 25/08, durante a tarde, aconteceu na Esplanada dos Ministérios o primeiro ato do movimento batizado Luz aos Invisíveis, no qual os empresários, técnicos e produtores reivindicaram ações efetivas para a sobrevivência e um plano de retomada gradativo e seguro para o setor de eventos. Durante o ato foi entregue uma carta com as reivindicações para Rafael Prudente, Presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Acesse as reivindicações pelo link: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2020/08/25/luz-aos-invisiveis-trabalhadores-da-industria-criativa-de-eventos-pedem-acoes-pela-sobrevivencia-do-setor-no-df.ghtml.

Arthur Gomes participando ativamente do movimento Luz aos invisíveis.

Arthur Gomes participando ativamente do movimento Luz aos Invisíveis

Coletivo Backstage Brasília

Logo no início da pandemia foi criado o coletivo Backstage Brasília com a intenção de mapear os trabalhadores da área técnica de eventos da cidade, gerar uma rede de apoio para arrecadação e entrega de alimentos e artigos de higiene para os mais necessitados do ramo e ainda capacitar esses profissionais para que, quando os eventos voltem a acontecer, eles possam ter mais chances de inserção no mercado.

“Conseguimos mapear mais de 500 trabalhadores da área técnica do DF que estão totalmente sem renda nesse momento. Como muitos não conseguiram acessar o auxílio emergencial tivemos que organizar uma rede de arrecadação e distribuição de alimentos para que essas pessoas consigam ter ao menos o que comer”, diz Renato Ravengar.

O mapeamento feito pelo coletivo apontou que 33,9% são técnicos de som, 17,3% técnicos de luz, 15,6% produtor técnico, 7,1% auxiliar de montagem, 9,8% roadies, 5,9% técnico de led, e 10,4% foram classificados como VJ, cenógrafo e outros. Sobre o local de residência a pesquisa mostrou que 80% das pessoas moram no entorno e apenas 20% em Brasília.

Para saber mais:

Pesquisa SEBRAE: https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/entenda-o-impacto-da-pandemia-no-setor-de-eventos,424ba538c1be1710VgnVCM1000004c00210aRCRD

Coletivo Backstage Brasília: https://www.instagram.com/backstagebrasilia/

Movimento Luz aos Invisíveis: https://www.instagram.com/luzaosinvisiveisbsb/

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Entrevistas
res20161008152707223220o Adriana Lodi, mestra, atriz e aprendiz
Saúde
october-pink-1714664_640 Além do laço e das luzes cor de rosa
Cidades
Captura de Tela 2020-10-28 às 18.38.14 Tia Zélia, a baiana que conquistou a Vila Planalto
Cidadania
WhatsApp Image 2020-10-28 at 18.21.29 ONGs para pets do DF passam por necessidades durante a pandemia
Economia
auxilio-emergencial As dificuldades de quem não conseguiu aderir ao auxílio emergencial
Esporte
O esporte na pandemia da Covid19| Freepik Como está sendo a adaptação das atividades esportivas durante a pandemia da Covid-19
Cidadania
WhatsApp Image 2020-10-14 at 20.47.49 Mulheres unidas na linha de frente contra a violência de gênero
Economia
foto matéria-6 destaque Aumento do desemprego causa incerteza sobre o futuro
Turismo e Lazer
ponstos turisticos Brasil Saiba quais são cuidados que turistas devem ter antes de sair de casa
Ciência e Tecnologia
O crescimento dos aparelhos celulares no país|Flickr Os brasileiros estão cada vez mais conectados pelos smartphones
Saúde
Ensaio fotográfico gestacional da enfermeira Helenita Vilarinho. Mudança climática: calor excessivo no DF agrava problemas gestacionais
Saúde
No calorão do DF, que alcançou 37ºC em 8 de outubro, nem os sorvetes se salvam | FOTO: Reprodução / Pixabay DF bate recorde de calor. saiba quais são os cuidados necessários em tempos de seca
Saúde
Segundo pesquisa realizada pela VIGITEL, 57% da população masculina do DF, apresenta sobre peso. Isolamento social: aumenta o número de pessoas sedentárias no Brasil
Ciência e Tecnologia
Projeto procura novos modelos tecnológicos para uma eleição através da internet.| Flickr País busca novos modelos para implantar uma eleição via internet
Comportamento
foto matéria 8 TOC atinge mais de 4 milhões no Brasil
Comportamento
NICOLLY PRADO Para fugir de ansiedade e frustrações com pandemia, estudante viaja de bike e faz trabalho voluntário pelo Brasil afora
Saúde
frasco_rotulado_como_vacina_contra_covid-19_em_foto_de_ilustracao_10_04_2020_reuters_dado_ruvic_illustration1408200865 População permanece insegura quanto a futura campanha de vacinação contra a Covid-19
Economia
6cv0sd64tum55rmc60ootwxss-850x560 (1) Pequenos negócios crescem na contramão da crise causada pela pandemia
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social

Mais lidas