Economia

Como está sendo a volta dos pequenos comerciantes em meio a pandemia

O início da quarentena no Brasil deu-se no princípio do mês de março de 2020, quando a maioria das atividades do comércio teve que ser paralisada em todo país.

Tags:
comércio comércio local covid-19 pandemia do coronavírus Saúde

A reabertura do comércio vem acontecendo de maneira gradual em todo país, após quase cinco meses de funcionamento suspenso por conta da pandemia da Covid-19. A volta das atividades econômicas representa um alívio para diversos microempresários e funcionários que no início do ano se viram em meio a muitas incertezas e agora tentam voltar à normalidade de acordo com as novas medidas de segurança sanitárias.

Desde o mês de junho a reabertura do comércio vem sendo feita aos poucos, e diversos empreendimentos estão voltando a funcionar. Dona de salão e colorista, Neilma Farias relata que foi preciso fazer acordo com a imobiliária e com fornecedores para conseguir manter o estabelecimento fechado e com seus funcionários, além de receber ajuda do Pronampe, Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, do Governo Federal.

A auxiliar de cabeleireiro, Jucilene Nogueira da Costa, foi outra beneficiada do acordo com o Governo Federal, feito pela empresa na qual ela trabalha. Segundo a prestadora de serviços, seu salário vem sendo pago até o momento pelo governo por conta desse acordo, no qual ela recebe o valor de R$1.045,00 durante todo tempo de paralisação.

A reabertura das atividades é vista por especialistas como necessária para o andamento da economia. O Mestre em Administração Financeira e professor de Finanças e Pesquisa Operacional na Universidade de Brasília, Marcos Sarmento de Melo, acredita que a volta das atividades econômicas não era só necessária como era imperiosa, pois essa atividade econômica é a que mantém a maioria dos trabalhadores do país.

“É impossível para qualquer governo no mundo manter por muitos meses uma atividade econômica parada com muita restrição, por mais força de lei que exista em qualquer país. É extremamente difícil, porque se trata de sustento de milhares de famílias. ”

Já o economista Cesar Zanetti destaca que no âmbito econômico a falta de confiança em sair de casa e as incertezas quanto a situação econômica do consumidor são os grandes problemas desse período de reabertura do comércio local.

“Não adianta abrir o salão de beleza se os clientes estiverem com receio de se infectar e evitarem sair de casa. Também não existirá grande recuperação de vendas se as pessoas estão incertas sobre manter o seu emprego no futuro e estão evitando consumir mais que o necessário. Para a economia melhorar é preciso restabelecimento da confiança. ”

Com o estabelecimento funcionando desde o começo de agosto, o proprietário do Bar do Gavaza, Bruno Almeida Sampaio Bomfim, relata que no início teve dificuldade em encontrar alguns dos materiais como no caso, do termômetro, pois o mesmo estava em falta. E que ainda não tem como mensurar os gastos, porque acredita que por causa do valor dos materiais exigidos, que segundo ele estão bem mais caros, as despesas devem triplicar.

Para os funcionários que já voltaram a suas atividades, como é o caso de Taina Miranda, que trabalha em agência de viagens, a reabertura é sinônimo de alívio já que seu salário tinha sido reduzido o que afetou diretamente o seu estilo de vida e de consumo. “A mudança foi complicada, porque reduziu significativamente o valor do meu salário, por causa da diminuição na carga horária e a falta de demanda na área de trabalho. ”

Retomada do comércio local no segundo semestre de 2020 (Foto de arquivo)

Retomada do comércio local no segundo semestre de 2020 – Flickr

 

Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

Deixe uma resposta

Comportamento
FOTO 1 PROD 10 População negra sofre em meio a pandemia
Ciência e Tecnologia
Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
Saúde
WhatsApp Image 2020-05-18 at 18.45.00 (1) (1) Voluntários se unem em corrente para ajudar profissionais da saúde do DF
Economia
Creditos Leila Pacheco (fonte) 4 Donas do pedaço: empreendedoras garantem sua renda de casa
Esporte
foto: Jéssika Lineker Coronavírus x Futebol Candango
Comportamento
Photo by Asif Akbar from FreeImages Entre um isolamento e outro, gostamos de nos isolar
Cidadania
Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social
Meio Ambiente
Banco de imagens pexels Reciclando pela vida
Saúde
Foto de João Paulo Silva personagem fissura A fissura é tratável
Educação
Rapensando nas Escolas O hip hop como instrumento de educação
Saúde
prato matéria anorexia Anorexia é a doença psiquiátrica que mais mata no mundo
Entrevistas
Deputado distrital do DF (REDE), Leandro Grass tem 32 anos, é professor, sociólogo, mestre em Desenvolvimento Sustentável, doutorando em Desenvolvimento em Gestão Pública (UnB) e gestor cultural pela Organização dos Estados Ibero-Americanos | Foto: Divulgação/ Assessoria de Comunicação/ Leandro Grass Leandro Grass: “DF tinha tudo para ser referência na condução da pandemia”

Mais lidas