Cidadania

ONGs para pets do DF passam por necessidades durante a pandemia

“Toda ajuda é bem-vinda seja ela em alimentos, brinquedos, tratamentos voluntários. Nós fazemos a diferença diariamente”, diz Rodrigo Braga, voluntário

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil, cerca de 30 milhões de animais entre cães e gatos estão nas ruas vítimas do abandono. Número este que tende a aumentar durante a pandemia, este fator tem influenciado o abandono dos pets e apesar da OMS ter emitido aviso informativo que os animais não transmitem Covid-19 para os humanos, encontrá-los pelas ruas não é difícil. No DF podemos contar com várias ONGs atuando em prol do bem-estar dos animais das quais algumas já atingiram a lotação máxima.

A ONG Fauna e Flora localizada no Gama, foi fundada por Orcilene Arruda em 2005. Desde então, realizam o acolhimento  de animais abandonados em situação de risco ou que sofrem maus tratos. “Quando os animais chegam aqui tratamos os ferimentos e possíveis doenças. Na maioria das vezes chegam desnutridos e machucados, realizamos a castração e só então ele é encaminhado para a adoção”, afirma Geraldo Mendes, voluntário da ONG.

Algumas ONGs realizam feiras específicas para arrecadar alimentos e expor animais para adoção, mas com a pandemia os eventos foram cancelados e algumas organizações, além da superlotação, enfrentam a escassez de doações para se manterem.  “Todo o trabalho realizado nas ONGs é voluntário, nas páginas de cada uma delas tem uma orientação de como ajudar. Li em algum lugar que Brasília é amante de animais e que estamos entre os estados que mais adotam e cuidam do pets, eu tenho dois cães e uma gata e amo eles, são minha família”, afirma o veterinário Júlio Cesar Amorim.

Quarentena controversa

De acordo com os dados da OMS cruzados ao censo habitacional do DF, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas ( IBGE),  cerca de 42%  das residências possuem um animal de estimação, totalizando 325 mil pets na capital dos quais 10% ainda são vítimas de abandono. Porém em contra partida a quantidade de abandonos causados pela crise, algumas famílias que não possuíam pets aproveitaram o tempo de sobra para dar amor e compartilhar bons momentos com um novo amigo. “Minha filha estava há algum tempo me pedindo um cãozinho resolvemos  o Léo para cuidar, encontramos ele perdido na Avenida próxima de casa, estamos amando a experiência”, conclui a maquiadora Hildenes Damasceno, que adotou a Bela, da raça maltês.

De acordo com a pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) são cerca de 106 milhões de animais de estimação no país ou seja um para cada seis pessoas. A estudante de veterinária Heloise Santos comenta sobre o amor pelos animais em especial por gatos. “Eu tenho  três gatinhos lindos que amo muito e são fruto de adoção eu cuido como se fossem os filhos que ainda não tive. Eles têm muito amor pra compartilhar além de serem motivos de muitas risadas com suas brincadeiras”. Ela acredita que os abandonos de agora sejam influenciados pela crise, tendo em vista que muitas famílias ficaram sem emprego e uma renda estável.

A ONG Club do Gato atua no DF desde 2012 e apesar de não contar com um abrigo próprio para recebê-los, já atendeu a mais de 700 gatinhos. Eles são encaminhados a lares provisórios, recebem um tratamento específico para cada caso, são castrados e só então podem ser liberados para os lares definitivos. Conheça, através das redes sociais, as ONGs de animais em Brasília e descubra como ajudar ou adotar um animal de estimação.

    Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /var/www/publicacao/jornalismo/site-root/wp-includes/functions.php on line 2957

    Deixe uma resposta

    Entrevistas
    res20161008152707223220o Adriana Lodi, mestra, atriz e aprendiz
    Saúde
    october-pink-1714664_640 Além do laço e das luzes cor de rosa
    Cidades
    Captura de Tela 2020-10-28 às 18.38.14 Tia Zélia, a baiana que conquistou a Vila Planalto
    Economia
    auxilio-emergencial As dificuldades de quem não conseguiu aderir ao auxílio emergencial
    Esporte
    O esporte na pandemia da Covid19| Freepik Como está sendo a adaptação das atividades esportivas durante a pandemia da Covid-19
    Cidadania
    WhatsApp Image 2020-10-14 at 20.47.49 Mulheres unidas na linha de frente contra a violência de gênero
    Economia
    foto matéria-6 destaque Aumento do desemprego causa incerteza sobre o futuro
    Turismo e Lazer
    ponstos turisticos Brasil Saiba quais são cuidados que turistas devem ter antes de sair de casa
    Ciência e Tecnologia
    O crescimento dos aparelhos celulares no país|Flickr Os brasileiros estão cada vez mais conectados pelos smartphones
    Saúde
    Ensaio fotográfico gestacional da enfermeira Helenita Vilarinho. Mudança climática: calor excessivo no DF agrava problemas gestacionais
    Saúde
    No calorão do DF, que alcançou 37ºC em 8 de outubro, nem os sorvetes se salvam | FOTO: Reprodução / Pixabay DF bate recorde de calor. saiba quais são os cuidados necessários em tempos de seca
    Saúde
    Segundo pesquisa realizada pela VIGITEL, 57% da população masculina do DF, apresenta sobre peso. Isolamento social: aumenta o número de pessoas sedentárias no Brasil
    Ciência e Tecnologia
    Projeto procura novos modelos tecnológicos para uma eleição através da internet.| Flickr País busca novos modelos para implantar uma eleição via internet
    Comportamento
    foto matéria 8 TOC atinge mais de 4 milhões no Brasil
    Comportamento
    NICOLLY PRADO Para fugir de ansiedade e frustrações com pandemia, estudante viaja de bike e faz trabalho voluntário pelo Brasil afora
    Saúde
    frasco_rotulado_como_vacina_contra_covid-19_em_foto_de_ilustracao_10_04_2020_reuters_dado_ruvic_illustration1408200865 População permanece insegura quanto a futura campanha de vacinação contra a Covid-19
    Economia
    6cv0sd64tum55rmc60ootwxss-850x560 (1) Pequenos negócios crescem na contramão da crise causada pela pandemia
    Ciência e Tecnologia
    Crédito: arquivo pessoal Aplicativos on-line reaproximam as pessoas durante isolamento social
    Cidadania
    Capa Nova revista Redemoinho supera desafios do isolamento para investigar temas de relevância social

    Mais lidas